Sem doses, Corbélia está há mais de uma semana sem vacinação contra a COVID-19

A vacinação só chegou em primeira dose para 1678 idosos de Corbélia, o número representa em média 9,5% da população, e desde a terça-feira, 30, não realizou mais nenhuma vacinação. O problema está na falta de doses, Corbélia não recebe nenhum novo frasco há mais de uma semana.

As 540 doses disponíveis no dia 30, se esgotou rapidamente, e com 20 profissionais trabalhando para uma imunização rápida as 14h já não se encontrava mais vacinas disponíveis. A imunização estacionou na faixa etária dos idosos com mais de 65 anos, e não há nenhuma nova previsão de retomada.

A Secretária de Saúde de Corbélia Cleide Messias luta com a desorganização e falta de comprometimento com o calendário de envio das vacinas, principalmente por conta do Governo Federal e Ministério da Saúde. “É uma bagunça. Nós organizamos uma estrutura um drive-tru com 20 profissionais para fazer 540 doses que foram feitas em um dia. Era 2h da tarde já tinham sido feitas todas doses e estamos aguardando que o Governo Federal, envie para o Estadual para aí sim chegar até os municípios. O Governo Federal não dá nenhuma segurança de cronograma. O que a gente tem de informação são falácias da mídia, e a partir do Governo do Estado o devaneio é ainda maior. Porque o Governo do Estando lançou a campanha de vacinação de Domingo a Domingo. Mas se não tem vacina como vamos vacinar de Domingo a Domingo?”

O Governador Carlos Massa Ratinho Junior anunciou nesta terça-feira (6) no Palácio Iguaçu que a campanha de vacinação no Paraná vai até a meia-noite a partir dos próximos dias em alguns municípios, esforço que se soma à campanha de domingo a domingo para agilizar a imunização no Estado. A ideia é acelerar a aplicação das doses que estão disponíveis.

No entanto, apesar da publicidade às campanhas não há doses de vacinas para que sejam colocadas em prática como questiona a Secretária de Saúde. “Como vamos colocar gente trabalhar, fazer hora extra sem ter uma dose de vacinas. Nós hoje em Corbélia não temos nenhuma dose de vacina para nenhum tipo de público. Se chegar novas doses possivelmente seja para aplicação de segunda dose. De fato nós estamos sem nenhuma luz no fim do túnel em relação as vacinas, não temos nenhuma previsão de chegada de novas doses.”

A vacinação é primordial no combate a pandemia e redução no número de novos casos. A alerta pela demora é gerada por uma possível terceira onda de contaminações caso a imunização não aconteça e tempo hábil. “Quanto mais pessoas vacinadas, nós temos 50% de chance delas não adoecerem. E si adoecerem por COVID-19 elas não ficarão em estado grave com risco de óbito.”

Assim como o distanciamento social, uso de máscara e álcool gel a vacinação é uma barreira contra o vírus. As vacinas reduziriam ao menos pela metade o risco de contaminação, além de evitar com que os pacientes desenvolvam a forma grave da doença.

As vacinas tem tido uma eficácia de no mínimo 50% então você calcula que se tivéssemos hoje toda a população de Corbélia vacinada, ou pelo menos a população adulta vacinada, nós teríamos só 50% de probabilidade das pessoas adoecerem. E mesmo se tivesse a infecção por COVID-19, seria baixo o risco de agravamento da doença. A vacina forma uma barreira de proteção. E nós temos várias barreiras como o distanciamento social e uso de máscara, mas a vacinação é a mais importante e que vai fazer com que possamos voltar o quanto antes a nossa vida normal” reforça a Secretária.



Conteúdo Protegido
%d blogueiros gostam disto: