Secretaria de Saúde de Cafelândia alerta para o aumento dos casos de coronavírus no município

A secretaria de Saúde de Cafelândia, através da secretária Sarah Gabriela Massaneiro Eckstein e toda equipe administrativa da pasta, realizou nessa primeira semana de trabalho um levantamento dos dados epidemiológicos em relação ao número de casos confirmados no município do Sars-Cov2, o novo Coronavírus.

A imagem pode conter: texto que diz "BOLETIM ATUALIZADO: 11/01/21 AS 16H30 COVID-19 889 CASOS CONFIRMADOS CASOS DESCARTADOS 1357 CASOS ATIVOS 29 PACIENTES EM MONITORAMENTO 113 PACIENTES INTERNADOS 2 PACIENTES CURADOS 854 ÓBITOS 6 Prefeitura de Cafelândia"

De acordo com os dados repassados pelo setor de epidemiologia, o município de Cafelândia fechou o mês de dezembro com 835 casos confirmados de Coronavírus, número 53% a mais do que o mês de novembro.

“Esses dados têm nos preocupado principalmente porque sabemos a atual situação da Regional de Saúde e da macro oeste em relação a taxa de ocupação de leitos de enfermaria e de vagas de UTI. Mais do que nunca, pedimos a colaboração das pessoas, se conscientizando para que esse número não seja maior ainda no mês de janeiro. Os cuidados básicos são os mesmos desde o início da pandemia; distanciamento social, uso de máscara e uso de álcool em gel só assim poderemos conter esse avanço desenfreado no número de contaminados”, destacou a secretária de Saúde, Sarah.

Ainda segundo os dados levantados, esse aumento de novembro e dezembro refletiu também no aumento do número de mortes, que até dia 24/11 era de dois óbitos e agora já são seis.

“Pedimos principalmente aos jovens mais cuidados. Sabemos que por correrem menos riscos de complicações talvez não estejam levando tão a sério a situação, mas é preciso salientar que esses jovens podem estar transmitindo aos pais, tios, avós, ou pessoas mais idosas que residem junto e tem alguma complicação já de saúde e que com a contaminação do Coronavírus, essa pessoa mais idosa possa vir a ter complicações mais severas”, reforçou a secretária.

Sintomas

Em Cafelândia, todas as Unidades Básicas de Saúde estão aptas a receber os pacientes com suspeita de Coronavírus, porém, é necessário e imprescindível que o paciente se identifique logo na chegada para que seja direcionado a um lugar mais reservado.

“O paciente ao estar com qualquer sintoma de Covid – 19 (os mais comuns são febre, tosse, tosse seca, cansaço, dor de garganta, perda de paladar… ) procure imediatamente a Unidade Básica de Saúde mais próxima de sua residência, a que pertence, se identifique como suspeito logo ao chegar para que a equipe de triagem já separe dos demais pacientes e assim evite uma contaminação maior ainda. Orientamos ainda a comunidade para que prestem atenção logo no início dos sintomas para que possamos ter tempo hábil de coleta e tratamento logo no início”, destacou a enfermeira Nelsi A. S. Nunes, Enfª do Depto de Vigilância Epidemiológica.

Vacinação

O Governo do Paraná sinalizou que até o fim do mês de janeiro as primeiras doses de vacina já devem estar à disposição dos profissionais da saúde. “Ainda é preciso muita cautela e muito cuidado. Graças a Deus estamos avançando positivamente em relação a vacinação, porém, os cuidados até que toda a população seja vacinada deverão continuar e a expectativa e a projeção de imunização de toda a população ainda, assim como o calendário vacinal ainda será anunciada. Salientamos ainda que nossos profissionais de Saúde, das salas de vacinação, já estão recebendo capacitações do Estado quanto a imunização”, afirmou Sarah.

O Governador do Estado do Paraná, em suas redes sociais, afirmou que o Paraná deverá seguir um Plano Nacional de Imunização e que o Estado será responsável pelo repasse das vacinas, seringas e agulhas aos municípios, bem como o transporte dessas vacinas, até lá os cuidados com a higienização, uso de máscara e distanciamento devem continuar.

Fonte: Assessoria

Conteúdo Protegido
%d blogueiros gostam disto: