fbpx

Copacol doa respiradores para recuperação de pacientes com Covid-19

Diante do cenário agravante em relação a pandemia do Coronavírus, com aumento de casos de contaminados e superlotação de leitos hospitalares, a união de forças no agronegócio novamente é exemplo a ser seguido.

A Copacol (Cooperativa Agroindustrial Consolata), com sede em Cafelândia, e as demais integrantes da Cotriguaçu (Cooperativa Central Regional Iguaçu) participam da aquisição de 35 ventiladores pulmonares para UTIs (Unidades de Terapia Intensiva), que terão como destino hospitais públicos do Oeste do Paraná que atendem pacientes vítimas do Coronavírus.

A fabricante de Santa Catarina realizou a entrega dos respiradores nesta segunda-feira à Sesa (Secretaria de Estado da Saúde), que destinará os equipamentos às Regionais de Saúde de abrangência das cooperativas.

Fazem parte da ação: Copacol, Coopavel, Lar, C. Vale, Frimesa, Copagril, Primato, e Sicredi. Os equipamentos de última geração contam com tecnologia touch screen, em telas de 17 polegadas, oferecendo diversos modos ventilatórios, o que auxilia na monitoração completa do paciente.

O diretor presidente da Copacol, Valter Pitol, ressalta a necessidade de conscientização de todos em um momento como este, inclusive sobre a prevenção. “Todos precisamos fazer nossa parte evitando aglomeração, usando máscara e aplicando álcool em gel nas mãos para evitar novas contaminações. Todos sabem da situação dos hospitais, onde os profissionais estão trabalhando de maneira incansável para salvar vidas. Com a união das cooperativas adquirimos esses respiradores que ajudarão no tratamento de vítimas do Coronavírus. Desejamos que logo esse momento preocupante da pandemia possa passar”, afirma Pitol.

A doação contou com o apoio do presidente da Ocepar (Organização das Cooperativas do Paraná), José Roberto Ricken, que após solicitação do secretário de Estado da Saúde, Beto Preto, mobilizou o setor no Oeste do Paraná.

ENFRENTAMENTO

Ao todo foram R$ R$ 2,2 milhões revertidos para a compra dos ventiladores pulmonares. Devido a situação emergencial, hospitais estratégicos das cidades de Cascavel, Toledo e Guaíra receberão os equipamentos.

“A iniciativa privada está se somando ao poder público para resolver esse problema mais agudo. Precisamos ressaltar que desde o início da pandemia as cooperativas vêm auxiliando no enfrentamento à doença, com ações importantes em suas regiões. Além destes respiradores, a Cotriguaçu, por meio de suas integrantes, doou R$ 1 milhão ao Hospital Universitário, para compra de Equipamentos de Proteção Individual e outros equipamentos”, explica Irineo da Costa Rodrigues, diretor presidente da Cotriguaçu.

DOAÇÕES

Além de medidas internas focadas na preservação da saúde e do bem-estar dos colaboradores, a Copacol e a Unitá vêm auxiliando instituições de saúde que atuam no enfrentamento ao vírus. Foram doados 12 mil kits com luvas e camisas plásticas a Secretarias de Saúde, 3,6 toneladas de frango a hospitais e cestas básicas para entidades e famílias em situação de vulnerabilidade, por meio da parceria com a Ihara.

Fonte: Copacol

Conteúdo Protegido