fbpx

Polícia invade e reféns são libertados em Cafelândia

Depois de quase 30 horas em cárcere privado, as equipes da Polícia Militar, BOPE, e o Choque invadiram a residência em que um homem de 39 anos manteve dois adolescentes reféns em Cafelândia.

Os dois adolescentes, enteados do homem, um menino de 12 anos e uma menina, de 14, estavam em cárcere privado na casa da família no Bairro Benjamim Motter desde o início da tarde de segunda-feira, 2. Depois de quase 30 horas de negociações a equipe da polícia invadiu o local.

De acordo com o Major Jorge, os adolescentes estão bem e saíram caminhando da residência. A menina pode ser vista subindo na ambulância.

De acordo com a polícia o homem de 39 anos também está bem, e não apresentou nenhum ferimento.

No entanto, todos foram encaminhados para receber atendimento médico e psicológico.

Durante a rápida operação foi possível ouvir barulhos de estampidos e vidros quebrados.

As 16h10min uma movimentação maior movimentou os ânimos, e uma lona preta foi colocada em torno de toda a região, impossibilitando totalmente a visão para a imprensa e para os curiosos que acompanhavam a operação.

A confirmação de que haveria uma invasão veio por volta das 18h pelo Capitão da Polícia Militar que acompanhou toda operação. As negociações foram feitas por militares do Bope (Batalhão de Operações Especiais), de Curitiba, que chegaram ainda na noite de ontem.

Durante as negociações o homem parecia irredutível.

%d blogueiros gostam disto: