Agravamento da pandemia motiva reunião emergencial de prefeitos

Reunidos na manhã desta quarta (17) por videoconferência, prefeitos da região da Amop discutiram o agravamento do quadro de coronavírus na região Oeste e medidas de enfrentamento aos efeitos da pandemia.

Sob o comando do prefeito de Matelândia e presidente da Amop, Rineu Menoncin (Texeirinha), a reunião contou com a participação de 40 chefes do Executivo.

Segundo Texeirinha, uma comissão de prefeitos irá a Curitiba nos próximos dias para discutir com o governador Ratinho Jr e com o secretário estadual de Saúde, Beto Preto, medidas de enfrentamento ao novo coronavírus e a possibilidade de abertura de novos leitos hospitalares na região, já que a capacidade de atendimento da estrutura atual disponível já está próxima do limite.

“Hoje, a região Oeste está no epicentro da pandemia no Estado e medidas urgentes precisam ser adotadas, não somente por parte de prefeitos, governador e deputados, mas também por parte de toda a sociedade. Muita gente não tem feito a sua parte, participando e promovendo eventos com aglomeração de pessoas e saindo às ruas sem necessidade. Não queremos o lockdown, mas, se for necessário, essa medida extrema precisará ser adotada, em nome de vidas que não podem ser perdidas sem que algo seja feito”, destacou o presidente da Amop.

Ao mesmo tempo, algumas medidas serão sugeridas pela Amop ao conjunto das 54 prefeituras associadas, como aumento nas medidas de fiscalização, restrição ainda maior no deslocamento de pessoas, reforço na divulgação do risco de contágio e outras ações. A taxa média de isolamento regional, abaixo de 40%, também preocupa as autoridades.

Fonte: AMOP

Conteúdo Protegido
%d blogueiros gostam disto: