ConexãoRevista.
24 Views 6 min 0 Comentário

Sudoeste do PR vai receber R$ 867,52 milhões em obras na rede de energia até 2025

- Oeste
14 de julho de 2023
Anúncio

O Sudoeste do Paraná vai receber, até 2025, novas subestações, linhas e outras obras de infraestrutura elétrica que totalizam R$ 867,52 milhões em melhorias. O montante, que integra um amplo programa de investimentos da Copel, também inclui as principais iniciativas de modernização da rede de distribuição de energia do Estado, como o Paraná Trifásico e o Rede Elétrica Inteligente.

Somente em 2023 a companhia está investindo na região R$ 287,65 milhões em obras de modernização e ampliação da rede elétrica, o que representa 16% do volume total, de R$ 1,8 bilhão, que está sendo aplicado em distribuição de energia todo o Estado. Em 2024, o valor previsto para a região chega a R$ 188,70 milhões e, em 2025, soma R$ 391,17 milhões.  

“O Sudoeste é um importante polo econômico para o Paraná. Em atenção a isso, o plano de investimentos da Copel para o triênio contempla obras que vão beneficiar direta e indiretamente os 42 municípios da região”, ressalta o superintendente de engenharia de expansão da companhia, Edison Ribeiro da Silva. Ele destaca que as obras vão contribuir para fortalecer a infraestrutura elétrica local, com ganhos diretos para os setores produtivos e para a população.

Anúncio

Somente em 2023, a Copel está investindo R$ 101,68 milhões para obras na região do Rede Elétrica Inteligente, programa pela qual a companhia substitui os antigos medidores por aparelhos digitais inteligentes, que contribuem para reduzir o tempo de desligamentos de energia. Isso porque esses medidores estão conectados a dispositivos de automação e ao centro de operações da empresa, em Curitiba. Quando houver interrupção no fornecimento de energia, o medidor inteligente avisa imediatamente a Copel sobre o ocorrido, permitindo uma resposta mais rápida. 

Com o novo sistema, a leitura de consumo passa a ser remota, o que facilita o controle de toda a rede, desde a subestação até o consumidor final. Além disso, o cliente passará a ter autonomia para monitorar o gasto com energia por meio do aplicativo da Copel para celular. A primeira fase do programa, que está na reta final e beneficiou principalmente os municípios do Sudoeste, instalou mais de 460 mil novos medidores. 

PARANÁ TRIFÁSICO – Paralelamente, a companhia está aplicando, também em 2023, R$ 73,39 milhões em obras do Paraná Trifásico na região. Pelo programa, a empresa está instalando novas redes trifásicas que, além de mais resistentes do que as antigas monofásicas, dispõem de equipamentos automatizados, com tecnologia para restabelecer o fornecimento de energia em poucos segundos, em caso de um desligamento.  

Até o momento, foram concluídos 1.757 quilômetros de redes trifásicas no Sudoeste. Francisco Beltrão, com 142 quilômetros de redes entregues, Capanema, com 111 km, e Coronel Domingos Soares, com 104 km, são os principais beneficiados. Em todo o estado, já foram construídos 13.006 quilômetros de novas redes, 53% dos 25 mil quilômetros que serão instalados até o final do programa. Um investimento que soma, no todo, R$ 2,8 bilhões.   

SUBESTAÇÕES E LINHAS – Outros R$ 21,72 milhões estão sendo aplicados na construção, ampliação e modernização de linhas e subestações. Um dos destaques é a subestação Barão de Capanema, que está sendo erguida em Capanema e vai reforçar o fornecimento de energia à região como um todo. A unidade ficará pronta no ano que vem e vai operar em 138 mil volts (kV), conectada à rede por linhas de distribuição que, na prática, significam mais fontes de fornecimento. Se uma apresentar um problema, a população pode ser atendida por outra fonte. 

Outra obra a beneficiar o Sudoeste é a da subestação Petrópolis, que também vai operar em tensão de 138 mil volts e deve entrar em operação, em Francisco Beltrão, em 2024. Os municípios do entorno também serão beneficiados pela construção de uma linha de distribuição que vai conectar as subestações Pato Branco e Chopinzinho. 

Ainda em 2023, a companhia vai aplicar R$ 67,28 milhões em obras de atendimento direto a solicitações de consumidores na região. Serão destinados mais R$ 23,58 milhões a outras obras na rede de média tensão e ao programa Confiabilidade Total, cujas obras contribuem para melhorar a comunicação, integração e automação de subestações, o que se traduz em desligamentos mais curtos e menos frequentes. 

Anúncio

Clique AQUI, entre no grupo do WhatsApp da Conexão Revista e receba em primeira mão as principais notícias de Corbélia e região!

Comentários do Facebook
Deixe uma Resposta
Você deve estar de vançavam com dificuldade em para postar um comentário.

Descubra mais sobre ConexãoRevista.

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading