ConexãoRevista.
138 Views 3 min 0 Comentário

Preços da soja sobem R$ 1,00/saca do Paraná. Será que alinhou?

- Agro
20 de outubro de 2023
Anúncio

No estado do Rio Grande do Sul, a soja vem emplacando boas altas mesmo com o início cauteloso devido ao clima, segundo informações divulgadas pela TF Agroeconômica. “soja vem emplacando boas altas desde o relatório do dia 12/10, sem com isso haver retração nos prêmios aqui no RS, trazendo, portanto, ganhos reais aos produtores. No dia 11/10 o mercado referenciava R$ 150,00 para 17/11 hoje indicava R$ 154,80 no porto, ou seja 3,2% de alta em 5 pregões”, comenta.

“Compradores seguem com suas demandas no outubro, e alguma coisa em novembro, mas não impedirá uma queda brusca nos embarques. No porto, melhor preço do dia foi de R$ 154,80 para 17 de novembro, alta de R$ 1,80 sobre o dia anterior. No interior, os preços seguiram o balizamento de cada praça, ora porto, ora fábricas: R$ 147,50 Cruz Alta, R$ 147,00 Passo Fundo, R$ 147,00 Ijuí, R$ 146,50 Santa Rosa / São Luiz. Todos para segunda quinzena de novembro (17/11)”, completa.

Preços seguem inalterados em Santa Catarina, com negócios saindo lentamente. “ Preços seguem inalterados, nos portos de Santa Catarina. As saídas diárias ainda não passaram muito de níveis de manutenção, mas produtor segue bastante focado no campo. Diante das muitas complicações com as chuvas na região, produtor deixa claro que seu foco não está no lucro no momento, mas sim em proteger as diversas safras prejudicadas, como milho e trigo. No porto de São Francisco do Sul, o preço ficou a R$ 145,00”, indica.

Anúncio

No Paraná, os preços sobem R$ 1,00/saca em Ponta Grossa e Maringá, R$ 2/sc em Paranaguá e R$ 5/sc em Pato Branco. “Negócios seguem na apatia costumeira, sem mudar a perspectiva. A maioria das movimentações vistas se devem a movimentações do dólar, há pouco fundamento para soja nesse momento, muitos dos produtores estão focados apenas no campo ou lidando com milho, que tem visto níveis escoados muito mais expressivos, enquanto isso o cenário de soja segue como um quadro parado, os mesmos problemas a semanas”, conclui.

Com informações da Agrolink.

Fique por dentro das notícias em tempo real! Junte-se ao nosso canal do WhatsApp e seja o primeiro a receber as últimas atualizações. Clique aqui para participar.

Anúncio
Comentários do Facebook
Os comentários estão fechados.

Descubra mais sobre ConexãoRevista.

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading