ConexãoRevista.
42 Views 2 min 0 Comentário

PF deflagra operação “Nhanduti” contra exploração sexual infantil

- Estado
10 de outubro de 2023
Anúncio

A Polícia Federal deflagrou, a operação “Nhanduti”, que tem por objetivo combater a exploração sexual de crianças e adolescentes na internet.

A PF iniciou, nesta terça-feira, 10, uma operação que resultou na prisão de três indivíduos e no cumprimento de sete mandados de busca e apreensão em Curitiba e Colombo, na região metropolitana da capital.

Os envolvidos são suspeitos de crimes graves, incluindo estupro de vulnerável, armazenamento, disponibilização, produção e venda de imagens de abuso sexual infantil.

Anúncio

As investigações foram conduzidas pela Polícia Federal de Curitiba, com o apoio de avançadas ferramentas tecnológicas e informações recebidas de autoridades portuguesas por meio da INTERPOL. O trabalho permitiu rastrear a atuação dos suspeitos na internet, onde compartilhavam material relacionado à exploração sexual de crianças e adolescentes.

Os três indivíduos presos foram flagrados armazenando e compartilhando arquivos de pornografia infantil na internet. Se condenados, eles poderão enfrentar penas severas, somando até 44 anos de prisão, pelos crimes de estupro de vulnerável, associação criminosa e aliciamento de crianças para atos libidinosos, de acordo com o Código Penal e o Estatuto da Criança e do Adolescente.

A operação recebeu o nome de “NHANDUTI,” que significa “teia de aranha” na língua tupi-guarani, uma referência às redes criadas na internet para compartilhar conteúdos relacionados à exploração sexual infantil. As autoridades reforçam o compromisso de combater esses crimes e proteger as vítimas mais vulneráveis.

Fique por dentro das notícias em tempo real! Junte-se ao nosso grupo do WhatsApp e seja o primeiro a receber as últimas atualizações. Clique aqui para participar.

Anúncio
Comentários do Facebook
Os comentários estão fechados.

Descubra mais sobre ConexãoRevista.

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading