Paranhos inicia segundo mandato com anúncio de R$ 130 milhões em investimentos

A tradicional posse festiva para um novo mandato deu lugar a um ato de trabalho, nesta sexta-feira (1º), com o anúncio de investimentos no valor de R$ 130 milhões em novas obras e ações em Cascavel.

O prefeito Leonaldo Paranhos afirmou que será um mandato de sintonia e muito trabalho com Renato Silva, o novo vice-prefeito de Cascavel. “A população pode esperar sintonia, praticidade e muito trabalho. O Renato está empolgado e eu também”, frisou o prefeito.  

Após ser empossado na Câmara de Vereadores para o segundo mandato, Paranhos assinou, no auditório da Prefeitura, o histórico Livro de Posse, fez um breve balanço da primeira gestão e anunciou importantes ações que serão desenvolvidas já nos primeiros dias de governo.

Segundo Paranhos, a experiência do primeiro mandato irá facilitar as ações nessa nova gestão. “Nós já conhecemos os caminhos, conhecemos as dificuldades, já tempos parte da solução. Eu acredito que uma reeleição é possível ser melhor do que o governo que nós tivemos, [vamos] aproveitar a experiência e colocar em prática aquilo que tem que ser feito”, afirmou o prefeito.

Investimentos

Na saúde, serão investidos R$ 23 milhões em novas unidades, aquisição de material hospitalar e medicamentos. Entre as obras, estão as autorizações das ordens de serviços para a construção do Complexo de Atenção à Saúde do Bairro Universitário, que terá investimento de R$ 3,3 milhões,e da USF do Tarumã, no valor de R$ 3,2 milhões.

No setor da Educação, foram anunciados investimentos de R$ 53 milhões. Serão três escolas e quatro Cmeis que serão licitados. Um dos destaques é a Escola da Transparência II, que será construída com recursos economizados em licitações. A unidade será edificada na região do Bairro Interlagos.

A Secretaria de Obras Públicas terá investimentos de R$ 17,5 milhões, com destaque para a segunda fase da revitalização da Avenida Piquiri, que terá investimentos de R$ 7,2 milhões. Reivindicação antiga da comunidade do Lago Azul, as ruas Lagoa Rodrigo de Freitas e Lagoa da Pinguela serão asfaltadas. Paranhos anunciou o contrato com a empresa vencedora da licitação. Nas duas vias, o investimento será de R$ 4,6 milhões.

Também foram anunciados investimentos na Assistência Social, como o chamamento de entidades sociais, no valor de R$ 5,1 milhões. Ainda na área social está sendo autorizada a ordem de serviço para o Centro de Convivência Eureca (CCI XIV de Novembro).

O prefeito destacou ainda investimentos no campo, com o lançamento do programa Agricultura Digital, que levará tecnologia ao interior. Paranhos também anunciou o projeto, em andamento, para o início do Anel Viário da Produção e Turismo Rural, que irá facilitar ainda mais a escoação agropecuária.

Também foram anunciadas ações no setor de Esportes, como a construção de uma quadra sintética no Ecopark. Para o setor de Cultura, foram anunciados os subsídios da Lei Aldir Blanc, que irá beneficiar artistas que foram prejudicados com a pandemia. Por meio do programa Cartão Vida Nova, Cascavel irá investir R$ 900 mil para credenciar instituições especializadas em tratamento de dependentes químicos.

Para o meio ambiente, dois novos parques ambientais irão ampliar a sustentabilidade, que já é uma realidade em Cascavel. Os parques serão construídos nos bairros Florestas (R$ 8,3 milhões de investimentos) e Santa Felicidade (R$ 15,3 milhões).

323 moradias

O presidente da Cohpar, Jorge Lange, que até ontem era o vice-prefeito de Cascavel, anunciou uma parceria para a construção de 323 moradias em Cascavel. Durante as obras, a estimativa é de que 850 empregos sejam gerados. Segundo Lange, em uma segunda etapa serão mais 300 unidades habitacionais.

Fonte: MUNICÍPIO DE CASCAVEL