fbpx

Medidas de segurança são prioridades no retorno às aulas em Cascavel

A Escola Maria Fagnani e os Cmeis Professora Felisbina Bittencourt e Professora Leonides Ezure, inseridos no Território EfiCiência como as primeiras instituições da rede municipal de ensino a retomarem às aulas presenciais, adotaram todas as medidas necessárias para um retorno seguro.

Todos os educadores, servidores e alunos estão sendo testados com RT-PCR, principal exame que identifica o vírus e confirma, ou não, a presença da covid-19. Além disso, as unidades de educação estão passando por um processo de sanitização antes do retorno do sistema híbrido de aulas. A Secretaria Municipal de Educação (Semed) deixará à disposição dos professores e servidores todos os Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), de uso obrigatório para garantir segurança.  

Planejamento

O planejamento para a retomada das atividades com alunos nas escolas e Cmeis ocorre desde o ano passado, no entanto a Semed, pautada nas orientações das Secretarias Estadual e Municipal de Saúde, segue o calendário escolar de 2021 ainda com o sistema remoto de ensino, com exceção das unidades escolares que retornarão as atividades presenciais na segunda-feira (19), dentro do projeto-piloto Território EfiCiência, que fará um amplo estudo sobre o comportaamento do vírus Sars-CoV-2 em Cascavel.

EPIs

Desde 2020 a Semed já realiza a distribuição de máscaras para os servidores, num primeiro momento, por não haver processo licitatório para a aquisição de EPIs, estes itens foram obtidos a partir de doação e para o ano de 2021, quando todos os profissionais receberam duas máscaras de tecido e um óculos de proteção, itens que atendem recomendações da Divisão de Medicina e Segurança do Trabalho, da Prefeitura Municipal.

As unidades de ensino também receberam os face shields (protetores faciais), 20 para cada escola e 10 para cada Cmei, item a ser utilizado pelos servidores que têm maior contato com o público, a exemplo daqueles que foram incumbidos de realizar a aferição da temperatura na entrada das unidades. Também ocorre a distribuição de álcool gel 70% e água sanitária. Os diretores estão orientados a suprir possíveis faltas destes itens com os recursos emergenciais do PDDE (Programa Dinheiro Direto na Escola).

Já foram distribuídos às escolas e Cmeis mais 3.500 óculos de proteção, mais de 1.800 protetores faciais, mais de 9 mil máscaras de adulto para servidores e quase 50 mil máscaras infantil, que serão distribuídas duas para cada aluno, conforme os mesmos retornam para as atividades presenciais.

Prevenção

A rotina de prevenção nas unidades escolares vai obedecer o que já é seguido durante a entrega das atividades remotas, com aferição de temperatura na entrada, disposição de álcool em gel e tapetes sanitizantes pelos ambientes das instituições, uso obrigatório de máscara e distanciamento social.

Cada unidade escolar da Rede Municipal possui seu próprio plano de contingenciamento e a Vigilância Sanitária já iniciou a vistoria da aplicabilidade destes planos. Nas unidades do Riviera, a Defesa Civil também acompanhou a organização dos espaços no que diz respeito ao distanciamento necessário.

Fonte: Portal do Cidadão

Conteúdo Protegido