Mais 15 respiradores chegam a Cascavel para o enfrentamento à Covid-19

Ainda esta semana os aparelhos serão direcionados às unidades de saúde para o atendimento aos pacientes

Cascavel recebeu do Ministério da Saúde, na tarde deste domingo 07/03, mais 15 respiradores que somados aos 15 monitores enviados pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) serão usados nos hospitais de Retaguarda, Universitário e nas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) para o tratamento de pacientes vítimas da Covid 19. A conquista é resultado da vinda a Cascavel do ministro da Saúde , Eduardo Pazuello.

Os aparelhos foram levados para a Central de Abastecimento Farmacêutico Insumos (CAF), da Secretaria Municipal de Saúde. Ainda esta semana já serão direcionados às unidades de saúde para o atendimento aos pacientes.

O prefeito Leonaldo Paranhos acompanhou o desembarque dos novos respiradores e destacou que os equipamentos são importantes mas nada substitui a disciplina. Ele disse que será uma semana pesada e que todos precisarão ter disciplina e respeito, criando as oportunidades, trabalhando e tendo disciplina até que se tenha a vacina que é a única ferramenta que de fato resolve o problema, mas enquanto não chega, será feito um reforço na infraestrutura. O prefeito ainda agradece a população e a todos aqueles que têm respeitado.

O diretor da 10ª Regional de Saúde, João Gabriel Avanci, destacou que os equipamentos são um kit mínimo para suporte de vida em UTI.  Segundo ele, 10 respiradores ficarão na rede municipal – UPAs e Hospital de Retaguarda – e os outros cinco irão compor os equipamentos que já estão no Hospital Universitário que garantirão a abertura de 12 novos leitos de UTI.  Ele ainda completou que a partir do dia 08/03, já estarão disponíveis leitos no HU de Cascavel, dependendo da organização do HU.

Rafael Muniz de Oliveira, diretor do Hospital Universitário, destacou que será ampliado ainda esta semana para 12 leitos de terapia intensiva as vagas para atendimento Covid e esses equipamentos vieram a somar na abertura destes leitos, pois foi mobilizado o espaço interno e equipes para  contratar mais pessoas para começar a trabalhar, mas estava pendente estes equipamentos. Segundo ele, é um alento suprir a necessidade da população que tanto precisa de um leito de terapia intensiva.

Já o secretário de saúde Miroslau Bailak destacou a mudança no comportamento das pessoas, que viu poucas pessoas nas ruas e a maioria delas usando máscaras. E disse que será assim que vamos vencer esta luta, mantendo o distanciamento, o isolamento, usando álcool gel  e máscara.

Miroslau Bailak falou, ainda, que os equipamentos representam uma grande conquista neste momento de pandemia, pois eles vão reforçar o atendimento, ainda mais com os novos leitos no HU e leitos de enfermaria em outros hospitais. Além de que já estão negociando outras vagas para que possa dar suporte a toda população.

Fonte: Portal do Cidadão