ConexãoRevista.
31 Views 3 min 0 Comentário

Danificado por tornado, viveiro florestal de Cascavel é fechado temporariamente

- Cascavel
6 de outubro de 2023
Anúncio

O Instituto Água e Terra (IAT) fechou temporariamente o viveiro florestal de Cascavel, na região Oeste. O local foi bastante danificado pelas fortes chuvas que castigaram a cidade na quarta-feira (4). De acordo com o Sistema de Tecnologia e Monitoramento Ambiental do Paraná (Simepar), o município foi atingido por um tornado caracterizado por ventos entre 180 km/h a 250 km/h. Não há previsão para o retorno das atividades.

Segundo a coordenadora do viveiro, a engenheira florestal Aline Heberle, o tornado destelhou o escritório, a casa de vegetação e arrancou a proteção das estufas das mudas. Além disso, árvores da propriedade vizinhas que caíram por causa dos ventos bloquearam o acesso principal do complexo.

“O reflorestamento de eucalipto que fica em torno do viveiro conseguiu dar uma segurada nos estragos. Ele também foi danificado, mas se não fosse esse reflorestamento os danos estruturais aqui seriam bem maiores”, afirma. “Muitos dos nossos colaboradores terceirizados tiveram suas casas destelhadas também. Eles foram dispensados para reorganizarem a vida antes de ajudarem na reestruturação do viveiro”.

Anúncio

O viveiro florestal de Cascavel é responsável pela produção de 200 mil mudas por ano, com mais de 47 espécies nativas para auxiliar no reflorestamento do Paraná através da distribuição gratuita.

FAUNA – A tempestade afetou também a fauna silvestre paranaense. Em Cascavel, após a forte chuva de quarta-feira, um filhote de urutau (ave com hábitos noturnos), conhecido também como mãe-da-lua, foi encontrado na rua e resgatado por técnicos do IAT. O animal passa bem.

Nesses casos, o IAT reforça a necessidade de entrar em contato com a Ouvidoria do Instituto Água e Terra ou com o Batalhão da Polícia Ambiental do Paraná. Se preferir, a solicitação de resgate pode ser feita pelo Disque Denúncia 181.

Outro ponto importante é informar de forma objetiva e precisa a localização e o que aconteceu com o animal. Quanto mais detalhes sobre a ocorrência, melhor será a apuração dos fatos e mais rapidamente as equipes conseguem fazer o atendimento.

PARQUES – Ainda por causa das condições climáticas e por orientação da Defesa Civil, o Complexo do Lago Azul, no Parque Estadual do Vale do Codó, em Jaguariaíva, nos Campos Gerais, não receberá visitas neste sábado (7) e domingo (8).

Anúncio
Comentários do Facebook
Os comentários estão fechados.

Descubra mais sobre ConexãoRevista.

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading