Covid-19 cresce 162% em uma semana na Macrorregião Oeste


Você está lendo esta notícia no site Conexão Revista. Um portal de notícias independente e feito por jornalistas com informações sobre tudo o que acontece em Corbélia e região.

A Macrorregião Oeste do Paraná acendeu a luz vermelha em relação à contaminação de coronavírus. O aumento do número de casos foi de 162% em uma semana, passando de 161 para 422 confirmações.

Os números referem-se às semanas 21 (de 17/5 a 23/5) e 22 (24/5 a 30/5) da pandemia, de acordo com monitoramento da Secretaria de Estado da Saúde. É o maior salto verificado no Paraná, segundo o boletim epidemiológico.

Como comparação, a Macrorregião Leste, representada por Curitiba, Paranaguá, Ponta Grossa e Guarapuava, entre outras, teve um acréscimo de 48% no mesmo período, indo de 364 para 540 casos. Na Noroeste (Maringá, Umuarama, Paranavaí e outras.) foi de 62%, de 120 para 194. E na Norte (Londrina, Bandeirantes, Cornélio Procópio e outras) de 35%, variando de 234 confirmações para 317.

A área Oeste paranaense é compreendida por cidades como Cascavel, Francisco Beltrão, Foz do Iguaçu, Pato Branco, Toledo, Assis Chateaubriand, Matelândia, Chopinzinho, Mangueirinha, Coronel Vivida, Palmas, Palotina, Santa Isabel do Oeste, Dois Vizinhos e Pranchita, entre outros municípios.

A evolução na circulação do vírus reforça o pedido do governador Carlos Massa Ratinho Junior para que a população respeite o isolamento social, mantendo também ações preventivas como evitar aglomerações e usar máscara e álcool em gel.

“Não sabemos como essa curva vai funcionar. Hoje há certo controle, mas amanhã tudo pode mudar. Por isso pensamos em planos A, B e C para o enfrentamento dessa pandemia”, afirmou. “Costumo dizer que não trabalho com ideologia, mas sim com metodologia. Como não existe uma vacina ou remédio contra o vírus, precisamos seguir apostando na prevenção”, acrescentou Ratinho Junior.

CASCAVEL – O aumento do número de casos na Macrorregião Oeste foi puxado especialmente por Cascavel. De acordo com o boletim divulgado na quarta-feira (03) pela secretaria estadual da Saúde, a cidade tem 586 casos confirmados da doença e oito óbitos.

É o segundo município paranaense com maior incidência da Covid-19, atrás apenas de Curitiba, com 1.099 confirmações.

Na quinta-feira da semana passada (28), por exemplo, Cascavel apresentava 365 casos. O crescimento no município foi de aproximadamente 60% em sete dias. “Os casos estão aumentando. Mais pessoas estão precisando de terapia intensiva e de cuidados hospitalares e a preocupação é que temos mais gente nas ruas”, alertou o secretário da Saúde, Beto Preto.

Alguns municípios da região anteciparam a flexibilização das medidas de contenção e isolamento social. O comércio do município retomou as atividades de forma praticamente normal ainda no fim de abril. “Não há como segurar a doença com pessoas infectadas circulando. Costumo dizer e repito: somente deixe a sua residência se for por algo muito necessário”, ressaltou o secretário.

LEITOS – O maior número de contaminados se refletiu também na taxa de ocupação de leitos na Microrregião Oeste. Em enfermarias clínicas para pessoas adultas passou de 24% para 37% em uma semana. As unidades de terapia intensiva (UTIs), também adultas, foram de 31% para 42%. A área conta atualmente com 73 leitos de UTI e 137 de enfermaria à disposição da população.

Nas outras macrorregiões do Estado os índices variaram menos. Na Leste a ocupação de UTIs saiu de 47% para 51% e de enfermarias de 25% para 34% no mesmo intervalo de tempo.

Na Noroeste caiu de 29% para 28% em UTIs e subiu de 8% para 16% em enfermarias. Já a Norte viu diminuir a taxa de UTIs com o acréscimo de novos leitos, passando de 57% para 47%, e também de enfermarias, variando de 39% para 36%.

BOLETIM – Ainda de acordo com o boletim divulgado nesta quarta-feira (03) pela Secretaria da Saúde, o Paraná contabiliza 5.494 pessoas contaminadas por Covid-19 e 205 óbitos em decorrência da doença.

Fonte: AEN

Envie sugestões de pautas, fotos ou videos, para o nosso Whatsapp que a nossa equipe irá atender você (45) 9 9958-3996 ou Receba notícias da Conexão Revista no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!

Conteúdo Protegido
%d blogueiros gostam disto: