206 views 5 min 0 Comment

Corbélia é pioneira em projeto de sobressemeadura de aveia com o IDR Paraná

- 17 de abril de 2024
Anúncio

Uma parceria entre a Prefeitura de Corbélia e o IDR – Paraná está beneficiando agricultores do município e disseminando uma nova técnica de manejo e enriquecimento do solo. No dia 10, os agricultores parceiros e receberam as sementes do grão para dar início ao plantio.

O projeto permitiu a aquisição de 500 sacas, quase 10 toneladas de sementes, em uma parceria entre a Prefeitura, o IDR e os agricultores. A prefeitura custeou R$ 20 mil, do total, e o restante, R$ 28 mil, foi coberto pelos próprios produtores.

Segundo o Prefeito de Corbélia Giovani Miguel Wolf Hnatuw (MDB) o auxílio financeiro na aquisição dessas sementes é importante para que a técnica de conservação dos solos seja difundida no nosso município. “Esse é um auxílio pros produtores terem acesso ao material. Esse material tem uma qualidade genética e qualidade de semente. Estamos trabalhando em parceria com o IDR e investindo nessa tecnologia e nesses produtores. O nosso município é pioneiro com esse programa.”

Anúncio

O Engenheiro Agrônomo do IDR Marco Antônio de Abrel conta que a aveia será plantada junto com o milho, e substitui a cultura da braquiária. Ele conta também que Corbélia é a primeira cidade do Paraná e adotar a nova técnica de enriquecimento do solo com o uso da aveia.

“Nós estamos trabalhando com três materiais de cobertura do solo, que é um trabalho de pioneirismo aqui no município, melhorando o sistema de plantio de soja, e milho safrinha com a aveia. Nós chamamos de sobressemear de aveia no plantio de milho safrinha.”

“Estamos tirando a braquiaria e colocando a aveia. A diferença é que a gente vai colocar a aveia num estágio do milho safrinha em que a produtividade dele já esteja definida. E ele vai impactar de forma positiva a cultura do soja. Então essa é a nossa perspectiva.”

Ele explica que o plantio sobre-semeadura é feito pelo agricultor, e realizado com uso de drone. Segundo Marco o resultado do plantio vai melhorar as características físicas e químicas do solo e também melhorar a matéria orgânica na biomassa.

“Existe uma “janela” entre a colheita do milho safrinha e o plantio da soja. Nessa “janela”, existem algumas plantas invasoras que são de difícil controle, o controle dela é muito caro, as vezes são usados três herbicidas em mais de uma aplicação pra fazer esse controle. Com a aveia nesse sistema, ela vai fazer a cobertura, vai dificultar a infestação de plantas invasoras, reduzindo o custo também do controle de ervas no pré-plantio de soja na lavoura.”

Marcos conta que o projeto surgiu observando a crise alimentícia para animais de leite e corte no mercado nacional, para o produtor é extremamente difícil sobreviver no ambiente considerado hostil devido aos altos custos, e baixa preço no mercado. “De 30 a 70% de custo de produção do leite é na alimentação, então o alimento mais barato que tem é a forragem. A gente trabalha no verão a forragem, as perenes de verão e no inverno as pastagens anuais de inverno, que é entre elas, a principal cultura da aveia.”

“Nesse momento, a gente convidou alguns produtores de grandes lavouras de Corbélia para participar do programa pra difundir essa ideia da aveia, consórcio e sobressemear no milho safrinha. Eles vão ajudar outros produtores, cada um vai observando desempenho de um e de outro, validando ou não algumas tecnologias e no caso, eles tem condições de ajudar nós a difundir essa ideia” completa Marco.

Comments are closed.

Descubra mais sobre ConexãoRevista.

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading