Copacol lança campanha para venda de insumos para safra 2021/2022

Fonte: Assessoria Copacol

A campanha para a comercialização de insumos da safra de soja 2021/2022 começou na Copacol. Com o propósito de garantir os produtos necessários ao próximo plantio com preços vantajosos, a Cooperativa antecipou todo o planejamento junto as multinacionais parceiras e agora iniciou as ofertas aos cooperados.

“Conseguimos boas condições em nossas negociações, por isso, passamos a ofertar ao nosso cooperado uma campanha estruturada, com todos os insumos necessários. Tivemos uma intensa oscilação de preços, principalmente da soja, além do Dólar, que chegou a R$ 5,40 – o que reflete sobre o preço dos insumos e também das commodities. Para garantirmos um custo de produção atrativo, com boa rentabilidade, negociamos com as empresas de fertilizantes e sementes, e conseguimos excelentes oportunidades aos cooperados”, afirma o gerente de insumos, Fernando Fávero.

A orientação é que o cooperado planeje com o engenheiro agrônomo a próxima safra, reservando os produtos necessários.

A campanha inicia nesta quinta-feira (11/02) com previsão de término na próxima semana – até que haja disponibilidade de estoque.

“Nosso custo de produção está atrativo na relação troca de soja por insumos, enquanto agroquímicos e fertilizantes não aumentaram na mesma proporção do grão”, explica Fávero.

Escassez de produtos

A crescente valorização das commodities intensificou a procura por insumos no mundo todo. Produtos extremamente necessários para o manejo estão cada vez mais excessos, elevando os preços no mercado internacional.

Por isso, a antecipação da safra 21/22 é apontada como uma medida segura ao produtor do oeste paranaense – postura adotada pela Copacol em favor de seus 6,2 mil cooperados.

“É um momento muito oportuno para os nossos cooperados, para que possamos garantir os insumos. Os grãos são a matéria-prima das nossas integrações, por isso, atuamos sempre com segurança. A Cooperativa busca boas oportunidades aos nossos cooperados e esta é sem dúvida uma excelente opção de planejamento e garantia de condições de plantio da próxima safra”, afirma o diretor presidente, Valter Pitol.



Conteúdo Protegido
%d blogueiros gostam disto: