Copacol inicia exportação de tilápia resfriada aos EUA

Considerada a maior produtora de tilápias da América Latina, a Copacol avança na conquista de novos mercados e agora inicia a exportação de filés resfriados para os Estados Unidos.

A terceira carga do produto será transportada na próxima semana até Miami, onde chega até redes supermercadistas. Os embarques são semanais com metas de crescimento.

Na quinta-feira, 17, os clientes norte americanos receberam a segunda remessa de filés de tilápia Copacol.

“Iniciamos a exportação, com excelente aceitação do nosso produto. A exportação do nosso filé de tilápia proporciona ao nosso cooperado melhores oportunidades para o futuro”, afirma o presidente da Copacol, Valter Pitol.

Em apenas 48 horas, após o abate na unidade industrial, o filé já está disponível aos consumidores nos supermercados norte-americanos. “Esse é um passo importante na conquista pelo mercado externo. Já possuímos uma atuação consolidada em todo o Brasil, devido nossa qualidade e sabor, e agora alcançamos novos patamares valorizando ainda mais a marca Copacol, que já atua com outros produtos em mais de 60 países”, ressalta Valdemir Paulino dos Santos, superintendente comercial Copacol.

CERTIFICAÇÃO

A certificação BAP (Best Aquaculture Practices) que assegura as boas práticas de aquicultura, na unidade industrial, torna-se um diferencial da Cooperativa no mercado externo. Para obter o reconhecimento houve a comprovação do compromisso da empresa com o meio ambiente, a integridade social, a saúde do animal e do consumidor. A certificação BAP é voltada exclusivamente para produção aquícola e pode ser realizada na produção no campo, fábricas de rações, incubatórios e plantas de processamento. No Brasil a Copacol é a primeira planta de processamento a ser certificada entre as cooperativas. “Passamos por um longo período de estudo de mercado e concorrência, adequação de produção e ajuste logístico para chegarmos até este momento. A certificação BAP possibilitou nossa entrada no mercado externo”, explica Genézio Clemente Junior, gerente de comércio exterior Copacol.

SATISFAÇÃO

Os rigorosos controles de qualidade desde a produção, passando pela industrialização até a comercialização são apontados como fatores determinantes pela escolha da marca Copacol. “Buscamos um parceiro a longo prazo que nos ofereça um produto de qualidade e em grande volume. Identificamos nas visitas feitas a Copacol os critérios exigidos. Além disso, a empresa é rápida e eficaz no processo de produção, mantendo sempre o alto padrão do produto”, diz Yanic Bertini Anieri, representante da empresa parceira da Copacol.

MERCADO EM EXPANSÃO

Com o alto desempenho da piscicultura ao longo de 12 anos, a Cooperativa se tornou referência brasileira em toda a cadeia produtiva, garantindo bom retorno aos cooperados por meio da diversificação no campo e qualidade no produto até então comercializado apenas no Brasil. A unidade industrial de peixes em Nova Aurora, Oeste do Paraná, produz 140 mil tilápias por dia. Diante do fortalecimento da atividade e da necessidade de expansão dos negócios para atender a demanda, uma nova estrutura foi adquirida em Toledo e deve chegar a capacidade máxima de 80 mil tilápias/dia até 2023, totalizando 220 mil tilápias industrializadas ao dia.

Destaque entre as cooperativas nacionais, a paranaense Copacol possui mais de seis mil agricultores cooperados, 14,5 mil colaboradores, com um faturamento anual de R$ 4,4 bilhões. Além de tilápia, a Cooperativa tem forte envolvimento com a avicultura, produção de grãos, suinocultura e bovinocultura de leite.

Fonte: Assessoria

Conteúdo Protegido
%d blogueiros gostam disto: