Copacol contribui com o crescimento de Valor Bruto de Produção dos municípios da região

A força do cooperativismo está presente na vida das pessoas e neste contexto inclui-se a Copacol, que oportuniza a milhares de famílias da região a geração de emprego e renda no campo e na cidade.

São mais de 10 mil colaboradores e de 6 mil cooperados que são partes importantes deste processo de crescimento e desenvolvimento regional. Por meio da agropecuária, a Cooperativa contribui significativamente com o crescimento da economia dos municípios da região.

De acordo com dados do Deral (Departamento de Economia Rural), alicerçados pela Cooperativa, os municípios onde ela atua com todas as suas atividades apresentaram um expressivo crescimento no VBP (Valor Bruto da Produção), se comparado os números do ano de 2018 com os de 2019. O levantamento leva em conta a soma de todas as riquezas do setor.

Na comparação entre 2018 e 2019, o aumento na movimentação de produtos primários chega a 15,4% em seis cidades de atuação da Copacol, enquanto que a média estadual teve aumento de 9%.

Nova Aurora registra o maior VBP entre os municípios da área de atuação da Cooperativa, com R$ 869.279.901,64, ante os R$ 753.039.537,69 do ano passado, aumento de 14,43%. Formosa do Oeste foi o que apontou o maior índice de crescimento com 26,3%. O município saiu de R$ R$ 357.219.433,87 em 2018, para R$ 451.204.952,01 em 2019.

A movimentação financeira gerada pela participação em frangos de corte em Formosa do Oeste passou para R$ 224.859.038,84 em 2019, frente os R$ 176.379.479,64 em 2018. Outra atividade em destaque foi a produção do milho que praticamente dobrou na participação do índice geral. O grão passou de R$ 31,7 milhões para R$ 61.521.837,92. A suinocultura também se destaca em Formosa. Em relação a suínos/recria passou de R$ 12,4 milhões para R$ 16,2 milhões; para abate passou de R$ 12 milhões para R$ 16,4 milhões.

Em Nova Aurora o VBP também é liderado pelo setor avícola com R$304.309.080,04, seguido pela produção de milho, com R$ 110.032.122,68, soja R$ 109.391.326,70 e tilápia R$ 82.675.582,42. “Esse crescimento se deve a uma soma de esforços, entre a Cooperativa que viabiliza condições para que o produtor possa produzir no campo, ou seja, oferece a diversificação, o produtor que se qualifica e produz cada dia mais e o município que oferece boas condições de escoamento através de vias de boa trafegabilidade”, afirma o prefeito Pedro Leandro Neto.

Por sua vez o presidente da Copacol, Valter Pitol, diz que esse é o verdadeiro papel do cooperativismo. “Cada um tem a sua responsabilidade. Os produtores fazem sua parte implantando as tecnologias e se dedicando as atividades e os municípios também aplicam recursos em melhorias nas estradas , por exemplo. Todo esse trabalho conjunto beneficia também a economia das cidades e a arrecadação do poder público, que pode investir cada vez mais nas necessidades da população”, observa Pitol.

VBP em cidades da região:
CIDADE……………………..VBP 2019…………………………VBP 2018………………………….CRESCIMENTO
Goioerê………………………R$ 466.851.090,57……………R$ 387.945.435,87……………………20,3%
Nova Aurora………………..R$ 869.279.901,64……………R$ 753.039.537,69……………………15,4%
Formosa do Oeste……….R$ 451.204.952,01……………R$ 357.219.433,87…………………….26,3%
Iracema do Oeste………..R$ 100.022.722,57……………R$ 92.046.668,69………………………8,6%
Jesuítas……………………..R$ 402.473.792,56…………….R$ 357.660.380,69………………….. 12,5%
Cafelândia………………….R$ 661.523.630,29…………….R$ 589.104.557,97……………………12,2%
Tupãssi………………………R$ 391.942.474,61…………….R$ 358.553.624,96…………………….9,3%
TOTAL:………………………R$ 3.343.298.564,25………….R$ 2.895.569.639,74…………………15,4%

FONTE: SEAB/DERAL

Assessoria Copacol

Conteúdo Protegido
%d blogueiros gostam disto: