267 views 4 min 0 Comment

Com a epidemia de dengue, o Banco de Leite do HUOP registra baixo estoque

- 10 de maio de 2024
Anúncio

O Banco de Leite Humano do Hospital Universitário do Oeste do Paraná (HUOP) registrou no mês de abril, o total de 222 litros de leite humano doados, esse número é 30% abaixo do que é coletado nos outros meses do ano. Diariamente, são em torno de 25 a 30 bebês atendidos somente pelo HUOP, além de outros dois hospitais particulares de Cascavel que atendem bebês internados na maternidade.

De acordo com a enfermeira responsável, Anelise Vieczoreck, o segundo trimestre do ano é comum acontecer essa queda no registro de doação, mas nesse caso, a epidemia de dengue tem uma grande responsabilidade.

“Como estamos atravessando uma epidemia de dengue de norte a sul do Brasil, toda a rede nacional de Bancos de Leite Humano tem sofrido com as quedas nos números de doações. Em Cascavel, além de atendermos exclusivamente os bebês internados no HUOP, todos os dias são utilizados de seis a sete litros de leite pasteurizado, com essa queda corremos o risco de não poder fornecer essa quantitativa diária aos bebês internados no HUOP e em outros hospitais da região”, explicou Anelise.

Anúncio

Segundo dados da Rede Nacional de Bancos de Leite Humano, da Fundação Oswaldo Cruz, ao longo de 2023, as doações recebidas pelo Banco de Leite Humano do HUOP mantiveram uma média de 300 a 350 litros ao mês. Com registro de 399 litros coletados em abril de 2023, 407 litros em maio e 409 litros em agosto passados, sendo os melhores registros do ano. No mês de dezembro de 2023, diante das festas de fim de ano, a instituição registrou uma queda de 30% a 40% nas coletas registradas, dado que se repetiu no último mês de 2024, alcançando 222 litros coletados e distribuídos.

E com a dengue, quem pode doar?

Mães que passaram pela dengue podem fazer a doação do leite materno. Doadoras que fazem uso de medicamentos contínuos, não sejam fumantes, que estejam saudáveis, tenham boa produção de leite materno e que estejam com os exames clínicos e de pré-natal em dia, podem realizar a doação de leite em casa mesmo, podendo armazenar o leite em potes de vidro esterilizados e com tampas plásticas disponibilizados pelo Banco de Leite e retirados uma vez por semana na casa da doadora.

Atendimento na região:

O Banco de Leite atende outros municípios, além de Cascavel. Os transportes municipais vêm para a cidade todos os dias, então é orientado às mães a tirar o leite em casa, levar até a Unidade Básica de Saúde (UBS) e o leite é enviado pelo transporte com todas as condições necessárias. “Esse leite sempre vem com todo o cuidado, todo o rigor, ar-condicionado, em uma caixa térmica com gelo”, informa Anelise. O Banco de Leite também disponibiliza os frascos de vidro para essas mães, que são esterilizados e levados pelo transporte.

Comments are closed.

Descubra mais sobre ConexãoRevista.

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading