fbpx

CASES

Sonhos grandes em cidades pequenas

Dona Alzira Maria Elsner tem 66 anos, se aposentou há pouco tempo. Foi professora por mais de 40 anos nas redes estadual e municipal de ensino. Apesar de amar muito os livros e os bancos escolares, por muito tempo ela deixou de lado um sonho que surgiu dentro mesmo da sala de aula com as próprias alunas.

Enquanto cuidava das crianças ela observou o comportamento natural de levar todos os objetos a boca. Prof. Alzira queria unir o aprendizado dos livros e a segurança ao entregar um livro de histórias para os pequenos.  Foi aí que surgiram os livros de histórias feitos de pano, delicados, fáceis de manusear e sem nenhum risco para os bebês. Os livros eram apenas um dos itens que Dona Alzira confeccionava com as mesmas mãos que ensinavam.

Dividida entre a imersão à tecnologia e as mãos delicadas do bordado, Alzira cria novas peças toda semana, e não parou de aprender.

O ano era 1987, e abrir uma loja acabou ficando de lado, mas não esquecido, e a tecnologia foi a sua principal aliada. Em 2017 ela percebeu que muita gente está comprando pela internet, e foi assim que encontrou o jeito de colocar em prática aquilo que planejou há muito tempo.

“Eu pesquisei sobre as lojas que vendem, estudei sobre SEO, e sobre os direitos dos consumidores. Aí  fui em busca de alguém pra me ajudar a fazer, e encontrei uma empresa pra montar a lojinha”

A Loja Online já está em funcionamento, e é dentro do Facebook. As vendas são feitas por lá mesmo, com atendimento ao cliente, confirmações de pagamento e envio dos produtos. O catálogo já conta com 20 itens. “São almofadas personalizadas, almofadas todas bordadas, com muito carinho”.

E esse carinho também está no nome dado para a loja “Amearte, artigos alegres como a vida deve ser”. Alegres, coloridos  e muito delicados. Cada um leva um nome diferente. “Tem a almofada da Vovó, é florida feita de chita, com bordados bem leves pra não raspar as mãos ou machucar o corpo quando você deita.”

Dividida entre a imersão à tecnologia e as mãos delicadas do bordado, Alzira cria novas peças toda semana, e não parou de aprender. “Sempre estou aprendendo, estou fazendo agora, o treinamento com a empresa pra administrar a loja no Facebook”.

E as vendas que começaram agora só tendem a aumentar. “A gente espera que quem compre sinta um pouquinho mais de felicidade, de amor e de afeto. Se sinta cuidado né?”

%d blogueiros gostam disto: