Cascavel ativa compartilhamento de bicicletas e se torna a única do PR com o serviço em operação

Com inspiração nas grandes cidades não só do Brasil, mas do mundo, o serviço de compartilhamento de bicicletas iniciou na sexta-feira (05) as operações em Cascavel.

O Município é o único do Paraná a ter o serviço nessa modalidade em atividade. Da região Sul, é o segundo, atrás apenas de Passo Fundo, cidade do Rio Grande do Sul.

De imediato, serão 21 bicicletas disponíveis em três estações: uma na Praça da Bíblia, outra no Calçadão em frente à Catedral e a terceira na Estação da Cidadania, antigo Terminal Leste. Cada um dos pontos, conta com sete veículos. Até o fim da implantação, Cascavel terá o total de 8 estações e 56 bicicletas.

A ativação do projeto foi escolhida não à toa no Dia Mundial do Meio Ambiente, celebrado nesta sexta-feira. Segundo o presidente da Fundetec e secretário de Desenvolvimento Econômico, Alcione Gomes, o serviço era necessário para Cascavel, pois é um avanço na mobilidade urbana e também na questão da sustentabilidade.

“Estamos falando de mobilidade, de um modal de transporte verde. É a demonstração de Cascavel como cidade inteligente, sustentável e humana. Cascavel entra num perfil de modernidade”, pontua.

COMO USAR?
O serviço que não teve custo ao Município é muito simples de ser aderido na prática pelos cascavelenses. O primeiro passo é fazer o cadastro no site ou aplicativo Vai de Bici: https://www.cascavelvaidebici.mobhis.com.br/.

Na plataforma, você preenche todos os dados e escolhe o plano. São três disponíveis: diário no valor de R$ 5, mensal por R$ 15 e anual de R$ 90. O pagamento é feito automaticamente pelo cartão de crédito.

Com o cadastro aprovado, o cidadão só precisa ir até uma estação, colocar os dados como CPF e senha no Totem e pronto. É só escolher a bicicleta e sair pedalando pela cidade, sentindo o vento no rosto. “O passe que você compra você te dá direito a usar por uma hora. Então, você entrega a bicicleta em qualquer estação e espera por 30 minutos, isso para que realmente tenha o compartilhamento. Porém, após esse período, você pode usar novamente. Não há limite”, explica Hamilton Sena, o diretor de engenharia da Mobhis, empresa responsável pelo serviço.

O serviço fica disponível das 6h às 22h. Caso não seja cumprido o estabelecido, o usuário fica sujeito à multa no cartão de crédito.

O prefeito Leonaldo Paranhos reforça que espera a colaboração dos cascavelenses para cuidar desse patrimônio, sem dar chance para vandalismos. O chefe do executivo também destaca que a adoção do compartilhamento de bicicleta é um importante avanço na questão ambiental, pois é o estímulo a um veículo sustentável.

“O Meio ambiente, de fato, é um tema extremamente importante. Estamos trabalhando muito a mobilidade sustentável em Cascavel, com ciclovias, calçadas e abrigos de ônibus. Além disso, acabamos de contratar o plano de mobilidade, e vamos fazer o Território Verde, na área da Avenida Brasil até a BR-277 com um programa de ciclovias, de restaurantes, de turismo e de preservação. É um dia importante, fico feliz porque Cascavel é uma das poucas cidades do interior no Brasil com esse sistema e num valor muito acessível para que todos possam usar”, observa.

USE MÁSCARA

Embora o lançamento tenha sido realizado para incentivar a prática de pedalar, é importante ressaltar que por conta do momento pandêmico de coronavírus (Covid-19), a recomendação é para sair de casa somente se necessário. Caso você precise sair e já vai estrear o compartilhamento de bicicletas, não se esqueça de usar a máscara e usar álcool em gel. Em todas as estações, aliás, tem o produto disponível.

PALAVRA DE QUEM PEDALA
Para quem já está habituado às duas rodas, o projeto foi aprovado. “É muito interessante. Quero parabenizar à Prefeitura e todos que estiveram envolvidos nesse projeto. Ele vem a calhar até na questão do turismo, além disso, o pessoal que gosta de pedalar e às vezes não têm uma bicicleta isso também vai contribuir, principalmente para a questão de saúde. Está mais que aprovado”, avalia, o promotor de eventos de ciclismo, o ciclista Luciano Carvalho.

Fonte: Prefeitura de Cascavel

Conteúdo Protegido
%d blogueiros gostam disto: