Sistema de coleta de esgoto de Cascavel é ampliado


Você está lendo esta notícia no site Conexão Revista. Um portal de notícias independente e feito por jornalistas com informações sobre tudo o que acontece em Corbélia e região.

Com uma invejável posição no ranking de saneamento do País, Cascavel terá novas obras para ampliar a rede coletora de esgoto.

Foi assinada nesta terça-feira (30) a ordem de serviço de R$ 3,7 milhões para a implantação de 10,4 quilômetros de tubulação no Bairro Santos Dumont e em parte do Bairro Aeroporto.

A cidade, que já alcançou 98% no índice de coleta do esgoto, rumo à universalização dos serviços de saneamento básico. Assinaram o documento o gerente da Sanepar Renato Mayer Bueno e o prefeito Leonardo Paranhos.

A chegada das obras é comemorada pelos moradores que esperavam o serviço há anos.

“Temos que respeitar os técnicos que enxergam essa necessidade. Com esse investimento de mais de R$ 3,5 milhões chegamos mais perto dos 100% e esse marco será histórico na cidade. Poucas cidades do Brasil têm a marca de Cascavel porque a cidade tem a marca da Sanepar”, destacou o prefeito.

O vice-presidente da Associação de Moradores do Bairro Santos Dumont, Valdecir Pereira Munhois, disse que o investimento representa qualidade de vida para a população. “É um sonho de mais de 30 anos que hoje está se tornando realidade para nós. É uma obra que será muito bem-vinda”.

“Essa obra tem uma importância fundamental porque segue o trabalho da Sanepar de buscar para Cascavel os 100% de atendimento com rede coletora de esgoto e mostra o esforço co Governo do Estado e da companhia para viabilizar esses investimentos”, disse o gerente da empresa Renato Mayer Bueno

Ele explicou que o serviço visa, em primeiro lugar, o atendimento à questão ambiental, uma vez que se evita lançamento de esgoto no lençol freático. Bueno ressaltou ainda que o sistema traz melhoria à saúde da população e valorização à região porque permite o crescimento vertical.

Além da rede coletora, a obra integra 2,3 quilômetros de linhas de recalque e interceptores e uma estação elevatória, fazendo a coleta do esgoto dos 566 imóveis previstos no projeto e também de empreendimentos que surgirem nos dois bairros.

As obras devem ser iniciadas em julho e concluídas até meados de 2021. Todo o esgoto coletado receberá tratamento na estação localizada na região Sul da cidade.

Fonte: AEN

Envie sugestões de pautas, fotos ou videos, para o nosso Whatsapp que a nossa equipe irá atender você (45) 9 9958-3996 ou Receba notícias da Conexão Revista no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!

Conteúdo Protegido
%d blogueiros gostam disto: