Secretaria de Saúde divulga Nota Técnica depois de exame de COVID-19 testar diferentes resultados

A Secretaria Municipal de Saúde de Corbélia divulgou uma nota técnica depois de uma paciente ter um resultado diferente do testado pelo Laboratório Central do Estado do Paraná – LACEN, para o novo coronavírus.

A jovem de 18 anos foi a quinta moradora do município a testar positivo para a COVID-19. O resultado no entanto, foi negativo quando ela fez o exame em um laboratório particular.

A Secretária de Saúde Cleide Messias precisou se manifestar através de Nota e ainda por uma live feita na página da prefeitura.

De acordo com a nota “a paciente que iniciou com sintomas respiratórios na data de 23/05/2020, data em que procurou atendimento médico no Hospital de Campanha do Município e ficou hospitalizada desde então.”

A coleta de amostra de material naso-orofaríngeo para o exame RT-PCR de COVID-19 aconteceu no dia 27/05/2020, 4º dia do início dos sintomas.

A nota explica que este é o período em que a viremia atinge seu pico mais alto, considerando a sazonalidade dos vírus respiratórios. A amostra foi encaminhada ao LACEN – Laboratório Central do Estado no mesmo dia e o laudo, emitido pelo laboratório, no dia 29/05/2020. O resultado foi DETECTÁVEL, ou seja: POSITIVO para COVID-19.

No dia 25, (2 dias após o início dos sintomas) a paciente iniciou o tratamento com a medicação Tamiflu (Oseltamivir) é um antirretroviral utilizado para a redução da carga viral. 

A paciente por conta própria decidiu realizar um teste em um laboratório particular no dia 31 de maio, e uma nova coleta de secreção naso-orofaríngea foi feita.

Segundo a nota essa nova coleta se deu no 8º dia após o início dos sintomas, o que corresponde ao período de remissão viral, associado ao uso do Tamiflu, o que levou ao resultado negativo para a COVID-19, diferente do apresentado pelo LACEN.

No laudo laboratorial particular o exame traz a alerta:

Referência que: O resultado não detectado, não DESCARTA a presença do Vírus, pois a presença em concentração inferior ao limite de detecção do teste, o que pode ocorrer nos dias iniciais da infecção em portadores assintomáticos, alerta ainda que o resultado deste exame é preciso correlacionar com quadro clínico e outros achados laboratoriais da paciente.   

A nota termina com a secretaria Municipal de saúde assumindo total responsabilidade sanitária pelos resultados divulgados como POSITIVOS advindos do LACEN nos Boletins Epidemiológicos elaborados pela Vigilância Epidemiológica Municipal.

“Reiteramos que o referido exame é considerado positivo e que a população de Corbélia deve continuar levando em consideração todas as medidas sanitárias implementadas pelo Centro de Operações de Emergência – COE do Município.”

Conteúdo Protegido
%d blogueiros gostam disto: