ConexãoRevista.
164 Views 5 min 0 Comentário

Saque calamidade: União homologa decreto de emergência em Cascavel

- Cascavel
30 de outubro de 2023
Anúncio

O Ministério da Integração e do Desenvolvimento Regional homologou o decreto de situação de emergência em Cascavel. O Diário Oficial da União publicou nesta segunda-feira (30) a Portaria Nº 3.367 reconhecendo a situação de emergência em Cascavel por conta do tornado que atingiu parte da cidade no dia 4 de outubro.

Com a homologação do Estado e agora da União, Município de Cascavel enviará imediatamente à Caixa os documentos para que trabalhadores atingidos possam sacar o FGTS.

“Graças a Deus agora temos a homologação tanto do Estado, quanto da União. Isso vai facilitar a vida de muitas famílias que ainda estão reconstruindo suas casas e que poderão ter acesso aos recursos do Fundo de Garantia”, destaca ao prefeito Leonaldo Paranhos.

Anúncio

O documento assinado pelo prefeito Leonaldo Paranhos já havia sido reconhecido pelo Estado. Com a homologação da União, a Prefeitura de Cascavel enviará imediatamente à Caixa os documentos para que trabalhadores atingidos possam solicitar o “Saque Calamidade”, dinheiro do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS), que pode ser disponibilizado em situações de desastres naturais, como o tornado que aconteceu em Cascavel.

A Lei nº 10.878 define que a conta vinculada do trabalhador no FGTS pode ser sacada para necessidades pessoais decorrentes de desastre natural, como o tornado que aconteceu em Cascavel.

*Etapas do processo*

Duas etapas do processo para a liberação já foram cumpridas, com o decreto de situação de emergência e a homologação pelo governo do Estado. Assim que a União também homologar e todos os documentos forem repassados à Caixa, os moradores que moram nas áreas afetadas pelo desastre natural poderão procurar o banco estatal para formalizar o pedido de saque. Para tanto, ele precisa comprovar que reside na área afetada pelo tornado.  

A partir da publicação do Ministério do Desenvolvimento Regional no Diário Oficial da União, o trabalhador com direito ao Saque Calamidade terá 90 dias para fazer a solicitação.

*Documentação para o saque*

– Documento de identificação pessoal.

– Carteira de Trabalho.

– Comprovante de residência emitido nos últimos 120 dias anteriores à decretação da emergência (conta de água, luz, telefone, por exemplo).

Caso não haja possibilidade de comprovação de residência por meio destes documentos, admite-se Declaração emitida pela Prefeitura Municipal, a qual deve ser apresentada em papel timbrado, datada e assinada pela autoridade competente, atestando que o trabalhador é residente na área atingida. A declaração deve conter:

– nome completo do trabalhador;

– data de nascimento;

– endereço completo;

– número da inscrição do PIS/PASEP ou CPF;

– número e data da portaria de reconhecimento do Governo Federal, bem como o cadastro de origem do

endereço declarado ou a data da visita à residência do trabalhador.

SAQUE CALAMIDADE: Relação dos bairros afetados e já lançados no aplicativo ✅

1- Alto Alegre

2- Belmonte

3- Cancelli

4- Caravelli

5- Cascavel Velho

6- Cataratas

7- Centro

8- Ciro Nardi

9- Claudete

10- Coqueiral

11- Country

12- Esmeralda

13- Florêncio

14- Interlagos

15- Itália

16- Colmeia

17- Jardim das Palmeiras

18- Jardim Itaipu

19- Maria Luiza

20- Morumbi

21- Neva

22- Pacaembu

23- Parque dos Ipês

24- Parque São Paulo

25- Parque Verde

26- Paulo Godoy

27- Periolo

28- Pioneiros

29- Presidente

30- Região do Lago

31- Santa Cruz

32- Santa Felicidade

33- Santa Mariana

34- Santo Onofre

35- São Cristóvão

36- Tio Zaca

37- Tropical

38- Universitário

39- Veneza

40- Vila Tolentino

Anúncio
Comentários do Facebook
Os comentários estão fechados.

Descubra mais sobre ConexãoRevista.

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading