PROVAI: Programa de Valorização da Agroindústria Familiar será lançado em Cascavel

Será lançado nos próximos dias mais uma ação do plano de governo da Prefeitura de Cascavel, o PROVAI (Programa de Valorização da Agroindústria Familiar). O projeto piloto está sendo desenvolvido pela Fundetec (Fundação para o Desenvolvimento Científico e Tecnológico) em conjunto com as Secretarias de Agricultura do município e do estado, a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, o IDR (Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná) e a ADAPAR (Agência de Defesa Agropecuária do Paraná).

Com o objetivo de melhorar a qualidade de vida dos agricultores e dos produtos feitos e comercializados por eles, o PROVAI permitirá de início que 20 agroindústrias recebam capacitações e equipamentos de trabalho. O presidente da Fundetec, Alcione Gomes explicou que quer trabalhar no desenvolvimento dessas empresas, tanto o econômico, no sentido de fortalecer essa agroindústria, permitir acesso ao crédito e ao mercado. Além da educação, dando capacitação, melhorando a qualidade do alimento, da embalagem  e do produto em si para a comercialização.

O PROVAI já teve sua etapa inicial em 2020, na qual 200 produtores rurais foram orientados e treinados a como produzirem seguindo todas as recomendações de sanitização. Após todo o processo e finalização do programa, a agroindústria receberá um Selo de Qualidade, atestando a validade de todo o conhecimento adquirido e garantindo a boa qualidade dos alimentos.

O médico veterinário e responsável pelo setor de inspeção, Valmor Passos acrescentou que o importante da segurança alimentar é não ser individualizada, envolve todo o setor produtivo e como órgão público devemos gerir isso como um corpo só, pois os resultados positivos e/ou negativos têm influência em toda essa estrutura. Vai ter um trabalho importante para trazer esses produtores e informa-los sobre a melhoria de qualidade de vida e dos produtos que irão expor a venda.

A Prefeitura Municipal está trabalhando na finalização do Projeto de Lei para instituir o programa e em breve será encaminhado para apreciação da Câmara de Vereadores. Um convênio com o Governo do Estado será assinado para a execução do projeto piloto, no valor de R$ 300 mil.

Fonte: Portal do Cidadão

Conteúdo Protegido