Policia procura por homem suspeito de abusar das próprias filhas menores em Capitão Leônidas Marques

O suspeito havia consumido bebidas alcoólicas durante o tempo que estava com as filhas

Na madrugada deste domingo, 15, a equipe policial foi chamada para atender uma ocorrência na região da cidade baixa de Capitão Leônidas Marques. Segundo a própria mãe suas duas filhas teriam ficado em casa com o pai, e quando chegou percebeu que ambas haviam sido abusadas sexualmente. A mulher saiu de casa gritando e pedindo ajuda aos vizinhos.

A equipe Policial foi até o local e conversou com a mãe, que confirmou o fato e contou que deixou as filhas uma de 4 anos e a outra de 3 anos em casa, junto com o pai. Quando chegou encontrou uma das filhas somente de calcinha e a outra no colo do pai.

Quando questionado o suspeito disse que estava indo dar banho nas filhas, mas ao olhar atentamente a mãe percebeu que as menores estavam sangrando na região da vagina. A mãe começou a gritar por ajuda e o pai saiu correndo em direção a um matagal em área de mata fechada e até o momento não foi encontrado.

A equipe do SAMU foi acionada para os primeiros atendimentos, e em seguida conduziram as menores e a mãe para o hospital. Também foi acionado o Conselho Tutelar para acompanhar as menores e a mãe.

No hospital foi conversado com o médico de plantão, que relatou que uma das meninas apresentava vermelhidão na região vaginal e que a outra apresentava sangramento e sinais de penetração.

Segundo relatos da mãe seu marido havia consumido bebida alcoólica durante o tempo que ficou com as menores. A Polícia fez buscas constantes nas redondezas durante toda a madrugada para localizar o autor, mas o homem ainda não foi encontrado.

O caso foi repassado para Polícia Civil de Capitão Leônidas Marques que dará continuidade nos procedimentos de investigação sobre o caso.

Hoje pela manhã a Polícia Civil emitiu um comunicado referente a investigação.

Nota a imprensa
Em relação aos caso ocorrido em Capitão Leônidas onde duas crianças teriam sido vitimas de violência sexual, temos a informar o seguinte:
As crianças já foram medicadas, liberadas e estão sendo assistidas pelo conselho tutelar local e submetidas a exames e a assistência psicológica.
Com relação as providencias de Policia Judiciaria, temos a informar que já instauramos inquérito policial, ouvimos a mãe e vamos prosseguir nas diligencias para que o inquérito seja concluído o mais rápido possível. O caso esta sendo tratado como prioridade.
É o que podemos informar de momento.
Luís Rogério Ramos Sodré, Delegado de Policia de Capitão Leônidas Marques

Qualquer informação pode ser repassada de forma anônima para a Polícia Civil de forma anônima pelo fone (45)3286-1142.

Fonte: Interativa FM

Conteúdo Protegido