Paciente de Corbélia testa positivo pela segunda vez para COVID-19

Uma moradora de Corbélia que testou positivo para COVID-19 no início do mês de julho voltou a testar positivo para o vírus, e ter sintomas da doença mesmo depois de mais de 30 dias do primeiro exame.

De acordo com nota divulgada pela Secretaria Municipal de Saúde trata-se de um caso de RECRUDESCIMENTO do CORONAVÍRUS em que paciente não teria se contaminado novamente pela COVID-19, mas de que ela não tenha se curado totalmente da doença, havendo uma remissão dos sintomas.

“Diferente de Reinfecção viral, o Recrudescimento ou recrudescência, trata-se da remissão de sinais e sintomas de uma doença, após declínio temporário do quadro clínico. Ou seja, é o reaparecimento de sintomas indicando que o paciente não estava completamente recuperado da doença.”

A nota explica ainda que esse ressurgimento do vírus é comum em pessoas com o sistema imunológico fraco, ou que utilizem de medicamentos imunossupressores.

A Secretaria de Saúde confirmou também que a paciente apresentou sintomas ainda mais fortes que os do primeiro diagnóstico em julho. Ela está em isolamento, e passa novamente por tratamento.

“A Covid-19 é uma doença aguda inflamatória, metabólica sistêmica e em casos em que o paciente não tem um sistema imunológico forte, ou que faça uso de medicações imunossupressoras continuamente, o recrudescimento do vírus vai acontecer, mostrando que processo inflamatório causado pelo Coronavírus, foi mantido ou reativado. Trocando em miúdos, é o retorno da infecção anterior, com a acentuação dos sintomas.”

O paciente com esse recrudescimento viral, pode transmitir o vírus para outras pessoas enquanto estiver com sintomas característicos da doença. Por isso, o isolamento domiciliar nestes casos, se torna tão importante quanto nos casos de primo-infecção.

Conteúdo Protegido
%d blogueiros gostam disto: