Obras do Terminal de passageiros do Aeroporto de Cascavel estão 86% concluídas

O prefeito de Cascavel, Leonaldo Paranhos, o secretário de Obras, Adelino Ribeiro, o presidente da câmara de Vereadores, Alécio Espínola e o engenheiro, Sandro Rancy, estiveram na última sexta-feira (24) vistoriando as obras do novo terminal de passageiros do Aeroporto de Cascavel.

O terminal está com 86% das obras concluídas, restando apenas  o acabamento final e a mobília, cuja licitação, através de pregão eletrônico deve ser realizada no próximo dia 29.

Já o pátio das aeronaves, que teve as obras iniciadas dia 03 de abril, está 25% concluído. A cerca no entorno do sítio aeroportuário, com pouco mais de seis mil metros de extensão, já foi terminada, bem como a duplicação da Avenida Itelo Weber, em uma extensão de 2,2 KM.  Os fingers já estão no Aeroporto de Cascavel  e devem ser montados assim que a concretagem de parte do pátio for finalizada.

O conjunto de obras da modernização do sitio aeroportuário de Cascavel tem planejamento para entrega na primeira quinzena de junho.

“Essa obra tem um valor regional, valor de independência para gente colocar Cascavel em conexão com o mundo todo. Nunca foi tão necessário um investimento como esse depois de um problema como esse que estamos passando. O aeroporto não foi projetado para isso, mas acaba sendo uma ferramenta de retomada da economia. O Oeste do Paraná será a primeira região do Brasil a sair da crise criada pela pandemia do coronavirus. Era um sonho, uma necessidade e hoje uma realidade muito próxima de acontecer”, disse o prefeito Leonaldo Paranhos.

Sobre os investimentos na obra, o prefeito Paranhos destacou que o Município está investindo cerca de R$ 35 milhões em toda a infraestrutura que compreende a duplicação da avenida Itelo Weber, estacionamento, terminal de embarque, pátio e cerca, com investimentos do Município, Estado e União. “Nós queremos já na próxima segunda feira (27) notificar as empresas para começar a montar as lojas e escritórios para que a gente possa se preparar para que no dia 15 de junho estarmos em condições de operação”.

Pátio

De acordo com o engenheiro da obra, Sandro Rancy, no pátio das aeronaves serão usados 2,5 mil metros cúbicos de concreto, o que representa 320 caminhões do produto .

“O Boeing- 737-800, tem 80 toneladas, nós fizemos uma análise da nossa pista e fizemos análise do nosso pátio e taxiway e percebemos que a nossa pista atende a esta aeronave, mas o pátio e a taxiway não. Então, tivemos que projetar um  novo espaço que atendesse essa grande aeronave, com capacidade para 160 passageiros. Nosso finger vai poder atender até quatro modelos de aeronave. Nossas equipes de engenharia e as empresas vencedoras da licitação para execução das obras, trabalham dia e noite para chegar em junho e estarmos com os serviços prontos, apesar da pandemia. Trabalhamos sempre seguindo as normas das autoridades sanitárias e agora é torcer para que não haja contratempos na execução dos serviços, que possam dificultar  a execução do projeto e possamos assim entregar a obra dentro do prazo previsto”.

Cronograma da obra

O contrato com a empresa para construção do novo terminal de passageiros foi assinado em 11 de março 2019. A ordem de serviço dada em 18 de março de 2019, o término estava previsto para 12 de março de 2020, mas foi prorrogado para 15 de junho, devido aos aditivos de prazo feitos em função da instalação dos fingers.

De acordo com o engenheiro Sandro Rancy quando foi iniciado o contrato, não havia previsão financeira de instalação do finger. “No meio do contrato de execução do terminal de passageiros, paramos os projetos, fizemos alteração técnicas, administrativas, consultamos a SAC para autorizar a instalação do equipamento, fizemos o projeto, licitamos com pregão eletrônico e fizemos adaptação necessária na edificação para receber os fingers e isso acabou prolongando um pouco mais o prazo de execução da obra”.

O secretário de obras, Adelino Ribeiro, destacou a importância da obra que representa um grande salto no desenvolvimento econômico de Cascavel. “Cascavel é a quinta maior cidade do Paraná e não poderia ficar de fora de um investimento de tamanha envergadura. Esta administração mostra o caminho que devemos tomar no futuro. As grandes empresas voltarão seus olhos para Cascavel, porque a administração pública precisa ter esta visão, esta magnitude para fazer com que os investimentos colocados aqui se transformem em investimentos futuros de grandes empresas”.

Construção

A Construtora OTT de Curitiba ficou responsável pela construção do terminal de passageiros, a Dalba Construtora está fazendo o pátio das aeronaves, a Petrocon fez o estacionamento e Avenida Itelo Weber, a Construtora Evolução fez a cerca no entorno do sítio aeroportuário e a EBSA-Empresa Brasileira de Soluções Aeroportuárias, fará a instalação dos fingers. 

Fonte: Prefeitura de Cascavel

Conteúdo Protegido
%d blogueiros gostam disto: