Novo centro de convivência fortalecerá vínculos familiares em Cascavel

Obra foi inaugurada na manhã de hoje, no bairro XIV de Novembro

O prefeito Leonaldo Paranhos e o secretário de Assistência Social, Hudson Moreschi Junior, inauguraram na manhã desta quarta-feira (20) a unidade do Centro de Convivência Intergeracional (CCI) do bairro XIV de Novembro, espaço que vai atender até 130 pessoas diariamente.

Paranhos destacou que o CCI é uma ferramenta importante para o atendimento de assistência continuada. “Temos os programas temporários, programas de socorro, de auxilio, mas essa é uma ferramenta que consolida. Ela estratifica as necessidades da pessoa, cadastra, atende na emergência e encaminha para que essas pessoas possam sair da zona de vulnerabilidade”, enfatizou o prefeito.

Hudson explicou que o CCI irá ofertar serviços de convivência e fortalecimento de vínculos destinados às crianças, adolescentes, jovens, adultos e idosos. “O atendimento é técnico. Temos psicólogos, assistentes sociais, educadores, oficineiros, orientadores sociais que trabalham diariamente através de oficinas, de forma didática, para estarmos fortalecendo os vínculos familiares e combater violações de diretos contra crianças, adolescentes e também de idosos”, relata.

Obra

A obra foi iniciada no ano passado, tem área construída de 386m² e foi idealizada a partir de indicadores de vulnerabilidade e pelas demandas apontadas pela população nas conferências municipais de Assistência Social. Até o ano passado, toda a demanda era atendida pelo Cras XIV de Novembro, que fica ao lado do CCI, e estava com o espaço pequeno necessitando de uma expansão.

Homenagem

O Centro de Convivência Integeracional do XIV de Novembro é o sétimo de Cascavel e recebeu o nome do empresário Hylo Bresolin que, em vida, exerceu um importante papel social atendendo pessoas em situação de vulnerabilidade social como um dos coordenadores do Cemic.

Bresolin morreu em 2006 aos 85 anos. “Ele foi uma pessoa que dedicou sua vida inteira para as causas sociais, no atendimento de crianças, adolescentes, idosos, a família como um todo. Então nada mais justo do que denominar esse espaço como Hylo Bresolin”, diz Hudson.

Fonte: Prefeitura de Cascavel

Conteúdo Protegido