Município solicita, mas Exército não pode auxiliar no combate ao mosquito da dengue em Corbélia

Fonte: Com informações Câmara de Vereadores de Corbélia

A Prefeitura de Corbélia e Câmara de vereadores solicitaram no dia 01ª de abril a colaboração do exército no auxílio em ações de combate a dengue no município. No entanto, o pedido foi negado pelo Comandante da 15ª Brigada de Infantaria Mecanizada de Cascavel General de Brigada Carlos Henrique da Silva Plácido.

O General Plácido justificou que devido às operações militares que estão sendo realizadas para combater o tráfico de armas e drogas na fronteira com Argentina e Paraguai e, dos esforços do Exército para ajudar no combate da pandemia, não será possível disponibilizar militares para esta situação. Os homens do exército estão trabalhando no combate a pandemia realizando transporte de oxigênio, montagem de hospitais de campanha, sanitização de espaços públicos e confecção de equipamentos de proteção individual, entre outras ações.

O pedido do município aconteceu em uma reunião realizada com na 15ª Brigada de Infantaria Mecanizada de Cascavel. O Prefeito em exercício Dangelles Decki e o Diretor Geral do Poder Legislativo Marcio Sergio Marafon representando o Presidente da Câmara, estiveram com o Comandante no quartel do Comando da Brigada.

O Comandante, General de Brigada Carlos Henrique da Silva Plácido parabenizou a Câmara Municipal e o Município de Corbélia pela iniciativa de proteger a saúde e a vida da população. No entanto, como o município não está, neste momento, enfrentando situação grave de surto epidêmico, o General pediu a compreensão das autoridades municipais, mas informou que neste período não será possível atender ao pedido do município. Porém, estarão a disposição caso a situação mude.

As ações de combate a dengue continuam acontecendo e nas próximas semanas será realizada campanha educativa de combate ao mosquito.

Fique atento e ajude a acabar com criadouros do mosquito da dengue, essa luta também é sua!