ConexãoRevista.
70 Views 3 min 0 Comentário

Líder do PCC é condenado por mandar matar psicóloga em Cascavel

- Cascavel
28 de agosto de 2023
Anúncio

Depois de 12 dias acabou o julgamento do assassinato da psicóloga Melissa de Almeida Araújo, morta a tiros em 2017 em Cascavel.

Roberto Soriano, conhecido como “Tiriça”, está logo abaixo da principal liderança do PCC, Marco Willians Herbas Camacho, o “Marcola”, e era o réu que ainda não tinha sido julgado pelo crime. Outros três já haviam sido condenados.

O conselho de sentença do tribunal do júri na justiça federal em Curitiba condenou Roberto Soriano por mandar matar a agente penitenciária federal Melissa de Almeida Araújo. Depois de quatro adiamentos o julgamento começou no dia 14 de agosto e foi concluído na madrugada da última sexta-feira, 25, no tribunal formado na décima terceira vara federal de Curitiba. Ele foi condenado a 31 anos de prisão, e já cumpre pena por outros crimes no sistema penitenciário federal, em Brasília

Anúncio

Mais de 20 testemunhas de defesa e acusação foram ouvidas e o conselho de sentença formado por seis homens e uma mulher, escolhidos por sorteio, entendeu que Soriano mandou matar Melissa. Outras três pessoas já tinham sido condenadas por executar a agente federal. Uma mulher foi absolvida.

A defesa de Roberto Soriano, comandada pelo advogado Claudio Dalledone, informou que vai recorrer contra a condenação. Roberto Soriano ainda foi absolvido da acusação de organização criminosa e da acusação de tentativa de homicídio contra o marido de Melissa, mas o ministério público federal deve recorrer.

Melissa morreu assassinada em Cascavel em maio de 2017, alvo de um atentado a tiros. Ela estava chegando em casa acompanhada do marido e do filho, quando o carro da família foi alvo de tiros de fuzil. O marido de Melissa que é policial civil chegou a trocar tiros com os assassinos e ficou ferido.
Melissa era psicóloga da penitenciária federal de Catanduvas a 55 km de Cascavel.

Segundo as investigações, o crime foi motivado em represália à atuação do estado brasileiro no controle da disciplina nas unidades do sistema carcerário federal.

Com informações da RPC.

Clique AQUI, entre no grupo do WhatsApp da Conexão Revista e receba em primeira mão as principais notícias de Corbélia e região!

Anúncio
Comentários do Facebook
Deixe uma Resposta
Você deve estar de vançavam com dificuldade em para postar um comentário.

Descubra mais sobre ConexãoRevista.

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading