HU: Comissão de Saúde e presidência discutem falta de leitos na região

O presidente da Comissão de Saúde da Câmara de Vereadores de Cascavel, Edson Souza (MDB), o presidente da Câmara de Cascavel, Alécio Espínola e os vereadores Xavier (Republicanos), Tiago Almeida (União Brasil), Sadi Kisiel (PODE), Cidão da Telepar (PSB), estiveram no Hospital Universitário do Oeste do Paraná (Huop) nesta quarta-feira (01) discutindo sobre a capacidade de leitos na região.

O Huop é referência para atendimento de urgência e emergência na região, que abrange mais de 2 milhões de habitantes, e frequentemente, está com a capacidade lotada.

“Todo atendimento urgente/emergente é encaminhado para o Huop, e é importante discutirmos a saúde pensando em toda região. Uma das bandeiras que defendemos é o Centro de Cirurgias Programadas, que pode extinguir a fila de cirurgias eletivas na região, e com isso, acelera o atendimento, e consequentemente diminui o número de atendimentos clínicos referentes a estas cirurgias no Pronto Socorro”, afirma.

Na ocasião, o diretor geral do Huop, Rafael Muniz de Oliveira, também ressaltou sobre a capacidade do Pronto Socorro, que atende em média 800 pacientes por mês.

“Nenhum paciente encaminhado para o Huop deixou de receber atendimento, todos recebem o tratamento adequado, independente da falta de conforto estando no corredor do Pronto Socorro. A demanda é grande, e chegamos ao limite do espaço físico para ampliar leitos”, explica.

Com o limite físico atual limitado, a discussão da possível ampliação do Huop foi pautada na inauguração da ala materno-infantil, que amplia leitos do Centro Obstétrico, Maternidade, UTI Neonatal e UCI, além de liberar espaços internos que podem ser replanejados para outros atendimentos.

Os vereadores presentes também citaram a possível desapropriação de uma área em frente ao hospital, que atualmente está com trâmite judicial, fato que será analisado pelos vereadores da Casa de Leis.

“Vamos analisar o que pode ser feito em curto, médio e longo prazo, que seja benéfico para a população, e claro, com as condições adequadas para que os servidores possam atender da melhor forma possível os pacientes de toda região”, finaliza Edson Souza.

Fonte: Câmara de Vereadores de Cascavel

Conteúdo Protegido