Governador Ratinho Junior visita o hospital de campanha de Cascavel

O governador Carlos Massa Ratinho Junior visitou na tarde desta sexta-feira (24) o Hospital de Campanha Nei Senter Martins, construído no Centro de Eventos de Cascavel para receber, caso necessário, pacientes infectados pela Covid-19 (coronavírus).

Acompanhado pelo prefeito Leonaldo Paranhos e outras autoridades, o governador percorreu o espaço e demonstrou surpresa com a estrutura montada em 48 horas. O secretário de Saúde, Thiago Stefanello, detalhou ao governador como será o funcionamento do hospital.

Antes de vista ao hospital de campanha, Paranhos acompanhou o governador e o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto, em uma visita ao Hospital Universitário do Oeste do Paraná (Huop), onde foram liberados recursos na ordem de R$ 8,1 milhões para o Hospital de Retaguarda de Cascavel. Esses valores serão repassados mensalmente para custeio da unidade.

“Serão 675 mil por mês para o custeio do Hospital de Retaguarda que serão liberados a partir do mês subsequente ao início das atividades”, afirma o secretário de Saúde Thiago Stefanello.

O prefeito Paranhos destacou que nos últimos meses os investimentos que estão sendo feitos na cidade fazem justiça a um déficit de 20 anos. Ele lembrou que os investimentos em saúde dos últimos 60 dias foram projetados ainda em janeiro de 2019, assim que o governador Ratinho Junior tomou posse.

“Nosso hospital de retaguarda debatemos, discutimos, não era uma proposta inicialmente do nosso governo, mas sentimos necessidade e projetamos juntos”, afirmou o prefeito. O hospital tem previsão para iniciar as atividades no dia 7 de maio com 10 leitos de UTI, inicialmente destinados para pacientes infectados pela Covid-19.

Ontem (23), chegaram ao Hospital de Retaguarda os equipamentos para a montagem dos 10 leitos de UTI.

Huop

O governador Ratinho Junior e o prefeito Paranhos visitaram ainda o Hospital Universitário do Oeste do Paraná (Huop) que irá ganhar reforço para o atendimento de pacientes com a Covid-19 e passará de 10 para 30 o número de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Os leitos de enfermaria serão ampliados de 20 para 32. O governador acompanhou as ações de estruturação para o enfrentamento ao novo coronavírus.

Conteúdo Protegido
%d blogueiros gostam disto: