“Covid que lute”, diz a primeira profissional de saúde do HUOP a ser imunizada

“Agora faz jus à frase: Covid que lute!”. A frase foi usada pela Fabiana Atamantuchuk, 36 anos, primeira profissional de saúde do Huop a ser imunizada contra a Covid-19. Fabiana é técnica de Enfermagem, possui 16 anos de experiência na área, e é concursada como técnica de Enfermagem há 6 anos no hospital.

Desde a chegada do primeiro paciente na unidade Covid-19, no dia 21 de março de 2020, se colocou à disposição e atua na linha de frente, contabilizando 10 meses ininterruptos de atuação na unidade.

Fabiana foi vacinada durante o ato simbólico do início da vacinação do município às 11h55 dessa quarta-feira (20), no Centro de Convenções e Eventos. “Doeu um pouquinho, mas a sensação de tomar a vacina é muito boa. Acredito que isso vai dar um fôlego muito importante para todos os servidores da saúde”, diz Fabiana.

Durante 7 meses em que esteve atuando na Ala Covid-19, Fabiana se distanciou dos familiares. “Passei a morar com outros profissionais de saúde em outra casa para garantir a segurança também da minha mãe e minha filha. Tínhamos muito medo, então eu as encontrava e conversava de longe. Poder receber a vacina agora traz uma sensação de liberdade de não sentir mais esse medo”, diz Fabiana.

O diretor geral do Huop, Rafael Muniz de Oliveira, enalteceu a dedicação dos profissionais que enfrentaram momentos de dificuldades e até mesmo se distanciaram da família, como a Fabiana. “Recebemos a notícia da vacina com muita felicidade, e acreditamos que isso vai trazer aos poucos um grande alívio para os servidores da saúde. Precisamos agradecer todo o esforço e as dificuldades que enfrentaram nesse período para que pudessem dar a melhor assistência aos pacientes com a doença”, comenta.

O reitor da Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste), Alexandre Webber acompanhou a chegada e coletiva de imprensa do secretário de Saúde do Paraná, Beto Preto, nessa terça-feira (19) e destacou a importância da vacina. “O momento é especial e muito aguardado por toda população. Os profissionais de saúde têm feito de tudo para salvar vidas, e por isso, precisamos comemorar. A vacina nos dá esperança de voltarmos com uma rotina um pouco diferenciada, e daqui a pouco voltar a nossa realidade”, comenta.

No Huop, a previsão é de que a vacinação comece a ser feita nessa quinta-feira (21). Nesse primeiro momento, através do quantitativo das doses disponibilizadas pelo Estado, 740 profissionais de saúde do hospital serão imunizados, começando pelos trabalhadores que atuam na unidade Covid-19.

Ala Covid-19 Huop

Nessa quinta-feira (21), a unidade Covid-19 do Huop completa 10 meses, e até o momento contabiliza 760 pacientes atendidos. O hospital é referência para atendimento de pacientes com Covid-19 e conta com 38 leitos de UTI e 15 leitos de enfermaria, exclusivos para esse tipo de atendimento.

Fonte: HUOP



Conteúdo Protegido
%d blogueiros gostam disto: