Covid-19: Boletim Semanal confirma redução de novos casos positivos em Cascavel

A Secretaria de Saúde de Cascavel confirmou na avaliação semanal divulgada ontem (29), que o município continua a registrar o menor número de casos positivos de Covid-19, a partir dos exames laboratoriais.

A partir da semana 27 (De 28 de junho à 04 de julho) na comparação com a semana 26 (De 21 de junho à 27 de junho), o número de casos confirmados caiu 58%. Nas semanas 28 e 29 (período que vai de 28 de junho a 11 julho) a redução de casos positivos se manteve em 13%.

Para a semana 30 (De 19 a 25 de julho) a redução de novos casos chegou a 39%. Ou seja, semanalmente encontramos um cenário de redução de casos confirmados.

A realização dos testes em pacientes sintomáticos pelos laboratórios públicos e privados também trouxe uma redução na taxa de positividade para a Covid-19 nas últimas quatro semanas. Na semana 26 (De 21 de julho à 27 de junho), a taxa de positividade era de 60%.

Nas semanas seguintes, essa taxa foi caindo significativamente:

Semana 27 (28 de junho à 04 de julho) = redução de 30% de positividade; Semana 28 (05 a 11 de julho) = redução de 25% de positividade; Semana 29 (12 de julho à 18 de julho) = redução de 22% de positividade.

 Na semana 30 (De 19 a 25 de julho) a taxa de positividade para Covid-19, por meio dos testes laboratoriais, caiu mais uma vez: 16%.

Desde o início da pandemia, foram mais de 13.400 testes rápidos e RT-PCR realizados pelos laboratórios público, privado e farmácias autorizadas pela Secretaria Municipal de Saúde.

“O protocolo para testes é exatamente o mesmo. Todo paciente sintomático tem o teste agendado dentro do período correto (entre 3º e o 10ª dia dos sintomas); a variação de fazer mais ou menos testes é a quantidade de pessoas com sintomas que se encaixam nos protocolos”, explica o Secretário Municipal de Saúde, Thiago Daross Stefanello.

Com exceção das Instituições de Longa Permanência de Idosos (ILPIs), a Secretaria Municipal de Saúde não realiza testes em pacientes que não apresentam sintomas (assintomáticos), nem antes e nem agora. “Não reduzimos a quantidade de testes realizados pelos laboratórios públicos, no entanto, a taxa de positividade para a Covid está caindo significativamente”, completou Thiago.

Os testes RT-PCR são utilizados quando há sintomatologia compatível ou houver necessidade de confirmação da infecção. Os testes rápidos (IgM/IgG) têm relevante utilização no mapeamento do status imunológico de uma população (que já teve o vírus ou foi exposta a ele).

 No entanto, os testes rápidos (IgM/IgG) não têm função de diagnóstico (confirmação ou descarte) de infecção por Covid-19. O diagnóstico de Covid-19 deve ser feito por testes de RT-PCR.

Fonte: Prefeitura de Cascavel

Conteúdo Protegido
%d blogueiros gostam disto: