Com 90% dos acidentes com óbitos em 2021 por excesso de velocidade, Transitar inicia novo contrato de radares em Cascavel

Com a finalização da licitação, são definidos os primeiros 20 pontos de fiscalização eletrônica

Com o excesso de velocidade liderando como fator preponderante nos óbitos no trânsito de Cascavel, os radares tornaram-se uma ferramenta necessária para auxiliar o Órgão Municipal de Trânsito na tarefa de coibir imprudência e frear abusos que elevam estatísticas de sinistros e mortes em via pública.

Foi finalizado na tarde de ontem (26) o processo licitatório realizado pela Transitar para contratar a empresa que agora prestará os serviços técnicos de locação, implantação, remanejamento e manutenção de equipamentos de fiscalização eletrônica em Cascavel e o resultado do certame será publicado na edição desta quinta-feira (28) do Órgão Oficial, com prazo de até 90 dias para instalação dos pontos definidos pela Transitar.

Além desses equipamentos de fiscalização eletrônica, o Órgão de Trânsito também contará com um Centro de Controle Operacional – CCO, que possibilitará a integração de um sistema de segurança pública capaz de identificar veículos com indícios de ilícitos, que contribuirá para o repasse em tempo real de informação aos demais órgãos de segurança. Por meio deste sistema, será possível a utilização dos equipamentos de radar para contribuir não só para a segurança viária, mas para a segurança publica, com softwares especializados na via pública, que rapidamente identificam a circulação de veículos suspeitos de ilícitos, como furtos, placas clonadas e demais situações que ameacem a segurança da comunidade.

Sobre o certame

O Consórcio Cascavel Segura (Fiscal Tecnologia e Automação Ltda e Sigma Engenharia Indústria e Comércio Ltda) venceu o Pregão Eletrônico Nº 04/2022 para um período de 48 meses, pelo valor final global de R$ R$ 17.649.727,73. O processo foi aberto no dia 17 de março pelo valor máximo inicial de R$ 33.098.428,80 e atraiu quatro participantes, que disputaram lance a lance até a classificação pelo menor preço.

Classificada provisoriamente em primeiro lugar, a vencedora seguiu para a fase de testes em escala real de comprovação e aferição de equipamentos, os quais foram instalados em quatro pontos da cidade, definidos pela Transitar com base em altos índices de acidentes e excesso de velocidade.

Vencidas todas as etapas a empresa iniciará a implantação do sistema após assinatura de contrato e emissão de ordem de serviço.

Fiscalização prioriza vias com maior índice de sinistros

O novo contrato vai ampliar de 27 pontos (66 faixas) o antigo, que encerrou em dezembro do ano passado, para 40 pontos de fiscalização eletrônica, podendo chegar a 60 pontos fiscalizados (até 120 faixas).

Os equipamentos serão distribuídos em vias onde tecnicamente foi comprovado alto índice de acidentes/excesso de velocidade, atendendo também a reivindicação da população, sendo: 60 faixas que controlam avanço de sinal/parada sobre faixa de pedestres/excesso de velocidade/trânsito sobre a faixa do ônibus e conversão proibida; 25 faixas que controlam excesso de velocidade; 35 faixas com lombadas eletrônicas, totalizando 120 faixas de rolamento que serão fiscalizadas.

Confira os pontos

A Transitar definiu um cronograma com pontos prioritários para os primeiros 30 dias de instalação de equipamentos, considerando pelo menos 20 locais de maior prioridade, sendo os seguintes endereços:

Radares

  • – Rua Paraná x Rua Pio XII               
  • – Av. Brasil x Av. Barão do Rio Branco
  • – Av. Brasil x Av. Rocha Pombo          
  • – Av. Brasil x Rua Erechim                 
  • – Av. Tancredo Neves x Av. Assunção 
  • – Av. Tancredo Neves x Rua Vitória     
  • – Av. Brasil, oposto ao nº 766             
  • – Av. Brasil, nº 700                           
  • – Av. das Pombas, nº 1255        
  • – Av. Tancredo Neves, nº 3431   
  • – Av. Tito Muffato, nº 1552         
  • – Rua Bom Jesus, nº 56                     
  • – Rua Jorge Lacerda, nº 2819     

Lombadas Eletrônicas                               

  • – Rua Minas Gerais, nº 1986                      
  • – Rua Papagaios, nº 860                    
  • – Rua Adolfo Garcia, nº 761               
  • – Rua Itália, nº 1056                         
  • – Rua São Paulo, nº 80 (Esc. Mun. Gladis Maria Tibola)
  • – Rua Indira Gandhi, nº 628                              
  • – Rua Xavantes, nº 1765                           

Os primeiros equipamentos devem entrar em operação nos próximos dias, assim que concluído às configurações do sistema, e será divulgado para toda a imprensa local, além de informativos com sinalização adequada nas vias.

Fonte: Prefeitura de Cascavel

Conteúdo Protegido