Imagem
ConexãoRevista.
75 Views 4 min 0 Comentário

Com 77 mil novas vagas, Paraná lidera criação de empregos formais no Sul em 2023

- Estado
30 de agosto de 2023
Anúncio

O Paraná é o estado que mais gerou novos empregos na região Sul do País de janeiro a julho deste ano, de acordo com os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho e Previdência, divulgados nesta quarta-feira (30). O saldo do Estado no acumulado do ano é de 77.674 empregos, à frente de Santa Catarina (63.660) e Rio Grande do Sul (50.401).

No cenário nacional, o Paraná é o quarto maior gerador de empregos no ano, atrás apenas de São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro.

O saldo é a diferença entre o total de admissões e demissões. Os números mostram que o Paraná também ultrapassou a marca de 1 milhão de admissões nos sete primeiros meses do ano. Foram 1.072.288 contratações e 994.614 desligamentos de janeiro a julho.

Anúncio

O saldo de vagas com carteira assinada no Estado especificamente no mês de julho também é o melhor entre os três estados da região Sul. Foram 7,1 mil novos postos de trabalho, enquanto Santa Catarina gerou 2.220 novas vagas e Rio Grande do Sul teve saldo negativo, com perda de 2.129 postos de trabalho.

“Estamos vivendo um grande momento da economia. O Paraná é um dos estados com maior competitividade no Brasil, tem grandes indicadores sociais e nos próximos anos vamos assistir a um grande ciclo de investimentos em infraestrutura, fruto da nova concessão, cujo Lote 1 já tem resultado. O setor produtivo enxerga essa nova fase e está investindo nesse crescimento”, afirmou o governador Carlos Mass Ratinho Junior.

Para o secretário de Estado do Trabalho, Qualificação e Renda, Mauro Moraes, os dados confirmam que o ambiente econômico do Paraná frutificou em um dos melhores desempenhos do País. “O Paraná é o quarto estado que mais emprega no Brasil. E na região Sul, nos distanciamos dos outros estados com a redução da nossa taxa de desocupação. Isso quer dizer que o Paraná se torna cada vez mais atrativo para vagas de emprego e hoje podemos dizer que é um dos grandes polos empregatícios do Brasil”, complementou.

SETORES – Todos os setores tiveram saldo positivo na criação de vagas em julho no Paraná. O resultado foi puxado, principalmente, pelo setor de serviços, com 4.085 vagas criadas ao longo do mês. O comércio teve uma aceleração e foi responsável pela geração de 1.529 novas vagas. A construção civil criou 907 novos postos de trabalho formais, a indústria gerou 425 novos empregos e a agropecuária teve saldo de 238 novas vagas de trabalho.

Em relação aos demais estados, em julho, o Paraná se destacou na criação de novas empregos na educação, com 369 novas vagas. Foi o segundo melhor resultado nacional no mês, atrás apenas do Rio de Janeiro, que criou 588 vagas de trabalho.

No acumulado do ano, o setor de serviços também lidera a criação de postos de trabalho com carteira assinada, com 44.552 novos empregos. Na sequência estão a indústria (12.616), construção (11.700), comércio (5.451) e agropecuária (3.355).

MUNICÍPIOS – De janeiro a julho, Curitiba foi a cidade com melhor saldo de vagas de emprego: 11.677 novos postos de trabalho formais. Londrina (5.313), São José dos Pinhais (4.535), Maringá (4.393) e Cascavel (3.622) também se destacaram na geração de empregos no período.

Anúncio

Clique AQUI, entre no grupo do WhatsApp da Conexão Revista e receba em primeira mão as principais notícias de Corbélia e região!

Comentários do Facebook
Anúncio
Deixe uma Resposta
Você deve estar de vançavam com dificuldade em para postar um comentário.