Cascavel: Sem espaço pacientes são colocados na recepção da UPA Brasília

O Prefeito de Cascavel Leonaldo Paranhos fez uma live em sua página pessoal na manhã desta terça-feira, 02, para mostrar a situação de lotação máxima nas Unidades de Pronto Atendimento de Cascavel. O prefeito mostra através das câmeras de vigilância uma paciente sendo intubada na recepção da UPA Brasília.

“Não é mais o oxigênio de rede, é oxigênio de cilindro. Ali é a recepção, aqui é onde as pessoas atendem, e aqui também vai ser improvisado mais um suporte para as pessoas ficarem” afirma o Prefeito mostrando as imagens das câmeras.

O Prefeito volta a afirmar que não há mais espaço para internamento dos pacientes, e pelas imagens Paranhos também aponta os graves sintomas provocados pela COVID-19 que é possível observar pelas imagens.

“A situação é de desespero, a situação é triste, lamentável. A gente toda recebe números de novos pacientes. Não para de aumentar o número de pacientes, o número de contaminações. Nós nunca tivemos um saldo tão grande, um saldo tão alto de contaminados. Porque a gente sempre trabalhava ali 280, 300, 400 aí foi aumentando, 500 que era o saldo entre os recuperados e contaminados.”

Paranhos aproveitou ainda para explicar a população o porque da paralisação dos serviços de transporte público. “Nós estamos transportando entre 35 e 36 mil pessoas por dia em 154 ônibus. Na verdade nosso contrato da frota é de 140 (veículos), mas estamos usando inclusive aqueles onibus chamados ônibus reserva que ficam no pátio pra quando quebrar um ônibus para substituir. Nós estamos utilizando todos para diminuir a quantidade de pessoas nesses ônibus. Só que nós não temos mais Ônibus.”

Rapidamente o prefeito realizou uma divisão de 35 mil passageiros para 154 veículos, e o resultado mostra que são mais de 200 pessoas dentro de cada ônibus. Paranhos taxou o transporte público como o principal vetor de transmissão da COVID-19 em Cascavel.

De acordo com o boletim divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde de Cascavel a UPA Brasília possui 10 pacientes no suporte intubados e 44 pacientes nas enfermarias. A SESAU informou ainda que a capacidade de internamento está acima do suportado e não mais possível internar nenhum paciente até que a Central de Leitos realize a transferência de alguns.



Conteúdo Protegido
%d blogueiros gostam disto: