Calendário 2020: Unioeste retoma aulas remotas dia 18 de janeiro

O ano de 2021 começou, mas por conta da pandemia do novo Coronavírus, ainda é preciso encerrar o ano letivo de 2020. O calendário acadêmico da Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste) precisou passar por alterações ao longo do ano passado, devido às medidas tomadas seguindo as diretrizes das autoridades de saúde e por isso algumas adaptações foram necessárias.

As aulas serão retomadas já no próximo dia 18 de janeiro (segunda-feira), ainda de maneira 100% remota, ou seja, não presencial, de acordo com a resolução de n° 136/2020 aprovada pelo Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão – CEPE. Para retomar as aulas nos próximos dias, os alunos precisam ter garantido as matrículas – realizadas nos dias 09 e 10 de dezembro de 2020. 

Os 5 campi – Cascavel, Foz do Iguaçu, Francisco Beltrão, Marechal Cândido Rondon e Toledo – se preparam para que a conclusão do ano letivo de 2020 aconteça dentro da normalidade, mesmo que ainda de maneira remota. Cada campus se preparou para essa retomada de maneira segura e que atenda as necessidades dos alunos e professores.

Campus Cascavel:

Cascavel retoma as aulas do ano letivo de 2020 com total de 2.894 acadêmicos matriculados. ̈Antes mesmo do recesso, construímos um plano de contingência de funcionamento com todas as recomendações dadas pela Secretaria de Saúde e nesse início de aulas serão mantidas estas atividades. Contamos com laboratório de computação, que via agendamento, o aluno com dificuldade em casa pode usar na Universidade. Temos aqui alunos, dos últimos anos, de odontologia e fisioterapia que atendem à população e estes retomam as aulas práticas com toda segurança possível, foram feitas compras adicionais de equipamentos como luvas e máscaras para garantir a saúde de todos”, explica o diretor do campus Cascavel da Unioeste Aníbal Mantovani Diniz.

Campus Marechal Cândido Rondon

Na Unioeste –  Marechal Cândido Rondon, 1632 alunos de graduação estão matriculados e 345 alunos de pós-graduação (Mestrado e Doutorado). “Além das aulas remotas sincrônicas em todos os cursos de graduação, também serão retomadas as aulas de mestrado e doutorados. Os cursos de graduação dos cursos de Educação Física (licenciatura e bacharelado) começarão a oferta presencial de disciplinas com aulas práticas. É importante lembrar que continuaremos com laboratórios abertos para pesquisas, de forma muito organizada, para cada laboratório, no máximo três alunos, além da realização de revezamentos de horários, sempre com as medidas necessárias para garantir a segurança de todos, desde o momento que chegam ao prédio da Universidade, até o período que ficam nesse laboratório”, explica o diretor de campus da Unioeste Marechal Cândido Rondon, Davi Félix Schreiner.

Campus Francisco Beltrão:

Em Francisco Beltrão foram realizados no mês de dezembro 1681 requerimentos de matrículas, até então 1328 matrículas efetivadas, como, existe o período de ajustes, esse número deve subir.  “Seguiremos as orientações definidas pelo Conselho de Pesquisa e Extensão. Essa retomada irá funcionar com todos os cuidados, sendo grande parte de maneira remota, no entanto estamos preparando um laboratório com estações de trabalho, com webcam para que se existirem alunos com dificuldades possam assistir as aulas também”, explica o diretor de campus da Unioeste Francisco Beltrão, Adilson Carlos da Rocha. 

Campus Foz do Iguaçu:

Em Foz do Iguaçu, 90% dos 1828 acadêmicos de graduação considerados ativos solicitaram a matrícula para as disciplinas remotas, esse número pode aumentar por conta do período de ajustes de matrículas. “A assessoria pedagógica em Foz do Iguaçu tem feito constantes atividades junto aos docentes e acadêmicos para diagnosticar a primeira fase do ensino remoto e assim fazer uma transição mais tranquila para segunda fase. Fizemos ajustes na informática geral no campus, além de todo o suporte aos envolvidos para o desenvolvimento das atividades. Adquirimos materiais como computadores e webcam e estruturamos uma sala específica para produções audiovisuais e instalamos programas específicos para auxiliar nas transmissões de atividades Estamos muito focados na avaliação de como esse processo de aulas remotas está e será sendo desenvolvido”, ressalta o diretor de campus da Unioeste Foz do Iguaçu, Fernando José Martins.   

Campus Toledo:

Toledo também se preparou para receber os alunos matriculados. Ao todo são 1267 que retornam às atividades. “A Unioeste Toledo, enquanto campus, oferece a estrutura necessária para um bom trabalho remoto, com internet de qualidade, um conjunto grande de salas para as pessoas que não podem fazer o trabalho a partir das suas residências, então a Universidade garante esse espaço institucional, além, claro, da estrutura sanitária. Estaremos com biblioteca aberta, assim como a estrutura como um todo estará a disposição, por isso a Universidade criou as condições objetivas para um bom trabalho e tendo em vista a qualidade dos professores que temos, tenho certeza que teremos um bom aproveitamento no que diz respeito a essas aulas”, conta o diretor de campus da Unioeste Toledo, Remi Schorn.

Fonte: UNIOESTE