Cada um dos 12 territórios tem uma viatura percorrendo os bairros com um inspetor e dois agentes da Guarda Municipal

O conceito de de segurança comunitária está cada vez mais presente no cotidiano da Guarda Municipal (GM) de Cascavel. A Operação Águia, iniciada na terça-feira (2), aproximou ainda mais os agentes da comunidade.

Em cada um dos 12 territórios de Cascavel há, de forma permanente, a presença de uma viatura com um inspetor e dois agentes da GM que, além de auxiliar as forças de segurança no combate à criminalidade, mantêm diálogo com os moradores e conhecem detalhes do dia a dia de cada bairro.

Somente ontem (3), os agentes conversaram com 86 moradores de todas as regiões da cidade. Ouviram relatos sobre como os moradores enxergam a segurança em seus bairros, as preocupações de cada região e receberam sugestões da comunidade.

O secretário de Segurança Pública e Proteção à Comunidade, Pedro Fernandes, destacou a confiança da população na operação. O número de telefonemas para o 153, dobrou. No segundo dia da operação, foram 61 ligações.

“Estamos produzindo relatórios diários para acompanhar a evolução da operação e, evidentemente, melhorar onde houver algum tipo de falha. É uma operação nova, com os inspetores começando a integração à comunidade e nós acreditamos que os resultados serão positivos”, afirma.

Números

No segundo dia da operação, as viaturas percorreram 2.245 quilômetros realizando patrulhamento nos territórios. As equipes estiveram em 76 prédios públicos do município para fazer a segurança do local e abordaram 76 pessoas ao longo do dia.

Abordagens de suspeitos, posse irregular de arma de fogo, atendimento à pessoa em surto, caso de violência doméstica, vias de fato, cumprimento de mandado de busca e apreensão foram algumas das ocorrências atendidas.

Fonte: Assessoria

Conteúdo Protegido