Imagem
ConexãoRevista.
32 Views 7 min 0 Comentário

Banco da Mulher completa quatro anos com R$ 180 milhões liberados para 15.950 empresas

- Estado
25 de setembro de 2023
Anúncio

O programa Banco da Mulher alcançou a marca de R$ 180,5 milhões em crédito liberado para mulheres empreendedoras em setembro deste ano, após completar quatro anos. Até agora foram atendidos 15.950 empreendimentos. O programa proporciona um desconto de 7 pontos percentuais na taxa anual de juros para mulheres empreendedoras que sejam sócias ou proprietárias de pequenos negócios.

Ele tem o objetivo de incentivar e apoiar o empreendedorismo feminino no Paraná e foi criado a partir da identificação da dificuldade desse público de obter crédito para iniciar uma atividade empreendedora para gerar renda.

Embora seja possível contratar valores até R$ 500 mil, a grande maioria das operações do Banco da Mulher Paranaense é de microcrédito, em valores até R$ 20 mil, principalmente para empreendimentos das áreas de comércio e serviços.

Anúncio

Para a Fomento Paraná os números mostram que estão sendo beneficiados os pequenos negócios, de microempresas, microempreendedores individuais (MEI) e também informais, que buscam recursos para iniciar uma atividade empreendedora para gerar renda.

“O Banco da Mulher Paranaense, lançado pelo governador Carlos Massa Ratinho Junior, é um programa importante, que coloca o crédito também como instrumento de inclusão. No Paraná, já apoiou quase 16 mil empreendimentos de mulheres empresárias, impulsionando empreendimentos de microempreendedoras e de empreendedoras de pequeno porte”, afirma Heraldo Neves, diretor-presidente da Fomento Paraná.

“É uma importante iniciativa que acabou também sendo multiplicada pelo Brasil afora a partir de outras agências de fomento que existem no Brasil”, informa Neves, que é também segundo vice-presidente da Associação Brasileira de Desenvolvimento, entidade que congrega agências de fomento e bancos de desenvolvimento nacionais.

Ainda segundo o diretor, o programa mostra sua contribuição com a melhoria da renda e da qualidade de vida das famílias e com o fortalecimento da economia paranaense, que ano a ano registra aumento no número de empregos e crescimento no PIB estadual. De acordo com o Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico e Social (Ipardes), o Produto Interno Bruto (PIB) do Paraná atingindo a cifra de R$ 372 bilhões, com crescimento de 8,66% em termos reais no primeiro semestre de 2023, em relação a igual período do ano passado, e mais que o dobro do PIB nacional no período, que cresceu 3,7%.

Para a primeira-dama, Luciana Saito Massa, que é uma das madrinhas do programa, o Banco da Mulher é um dos destaques do Estado nessa área. “Facilitar o acesso da mulher ao crédito com juros baixos para desenvolver seus negócios e melhorar sua renda é uma grande ajuda para a autoestima e traz um grande impacto na qualidade de vida de toda uma família”, afirma.

SPA A DOMICÍLIO – A fisioterapeuta Jaqueline Riffert, moradora de Curitiba, é uma das empreendedoras atendidas pelo Banco da Mulher Paranaense. Ela sempre gostou de atividades voltadas a cuidados pessoais e bem-estar e percebeu a dificuldade das pessoas em se deslocar para ter um momento de cuidado e poder realizar os procedimentos com tranquilidade.

“Tive a ideia de levar o SPA até as pessoas, transformando seu próprio lar em um oásis de relaxamento”, comenta a empreendedora. Além do atendimento a domicílio, Jaqueline trabalha com academias, empresas e clubes.

A vontade de empreender sempre existiu, a fisioterapeuta sabia que em algum momento abriria seu negócio, pois tinha o exemplo dos pais em casa. “Quando decidi formalizar o Meu.SPA, apareceu a Fomento Paraná. O crédito com a instituição foi essencial para dar o primeiro passo”, diz.

O dinheiro foi utilizado para compra de equipamentos portáteis cruciais para o atendimento a domicílio e também para estruturar uma página na internet e perfis em redes sociais. “A Fomento é muito boa em questão de taxas e o acesso à informação no site é muito bom. Foi um conjunto de fatores que contribuíram para escolher a instituição”, destaca.

O empreendimento de Jaqueline ainda tem poucos meses de funcionamento, mas a fisioterapeuta não se vê fazendo outra coisa. “Empreender para mim significa ter criatividade, coragem e determinação para transformar uma ideia em um negócio de sucesso”, finaliza.

COMO CONTRATAR – Mulheres empreendedoras interessadas em obter crédito pelo Banco da Mulher Paranaense podem se dirigir à Fomento Paraná em Curitiba (Rua Comendador Araújo, 652) ou contratar online pelo portal da Fomento Paraná.

Nos municípios do Interior é possível solicitar atendimento por meio da rede de parceiros agentes de crédito e correspondentes da instituição nas prefeituras, Salas do Empreendedor, Agências do Trabalhador, associações comerciais e empresariais, além de diversas sociedades empresariais especializadas.

Atualmente a Fomento Paraná possui parcerias ativas com agentes de crédito atuando na oferta de microcrédito em 328 dos 399 municípios paranaenses.

Além da linha de microcrédito, em valores até R$ 20 mil, com taxas a partir de 0,95% ao mês e prazo de parcelamento de até 36 meses, para atender empreendedoras informais, MEIs e microempresas, o Banco da Mulher Paranaense também disponibiliza linhas de crédito para projetos de investimento em valores até R$ 500 mil, para micro e pequenas empresas com faturamento anual de até R$ 4,8 milhões.

Anúncio

Clique AQUI, entre no grupo do WhatsApp da Conexão Revista e receba em primeira mão as principais notícias de Corbélia e região!

Comentários do Facebook
Anúncio
Deixe uma Resposta
Você deve estar de vançavam com dificuldade em para postar um comentário.