Anahy volta a ter restrições ao comércio depois de aumento repentino de casos de COVID-19


Você está lendo esta notícia no site Conexão Revista. Um portal de notícias independente e feito por jornalistas com informações sobre tudo o que acontece em Corbélia e região.

O município de Anahy, depois de apresentar uma estabilização de novos casos de COVID-19, voltou a ter dois pacientes confirmados da doença em um único dia, agora o número de casos positivos no município com menos de 3 mil habitantes, chega a 10.

Na tarde desta segunda-feira, 15, o Prefeito Carlos Antônio Reis anunciou em uma live que adotou novas medidas restritivas ao comércio, e o toque de recolher já vinha sendo realizado iniciará 1h mais cedo.

De acordo com o Decreto uma nova avaliação foi realizada pelo Comitê, que tomou as novas decisões. A de maior impacto na população está o horário de atendimento do comércio local, que passa a não poder funcionar aos sábados, domingos e feriados sejam eles bares, restaurantes ou mercados. O único setor autorizado a funcionar sob regime de plantão são os Postos de Combustíveis. A proibição vai perdurar enquanto durar o decreto.

O funcionamento do comércio durante a semana está autorizado a abrir somente de segunda a sexta-feira, e véspera de feriado das 8h às 18h30min.

Segundo o Prefeito essa redução no atendimento aos sábados e domingos não deve afetar financeiramente o comércio. Já que é possível a organização por parte dos comerciantes, e também da população.

Moradores locais possuem o hábito de se reunirem aos sábados e domingos no período da tarde no canteiro central da cidade. Os bares geralmente funcionam das 07h até às 00h. Um comportamento que precisou ser extinto com a chegada do novo coronavírus no município.

Na Live realizada pelo Prefeito, Carlos contou ainda com a presença do Cabo da Polícia Militar do município. Ambos enfatizaram a proibição de realização de confraternizações e reuniões, e reforçaram que não haverá tolerância.

O artigo 4 do Decreto traz claramente a restrição. “mantém-se a suspensão, por período indeterminando, da realização de quaisquer atividade públicas e privadas que impliquem em aglomeração superior a cinco pessoas, sema elas governamentais, artísticas, esportivas, religiosas, culturais, sociais, científicas, educacionais e congêneres.”

O decreto ainda estabelece multa entre R$300 e R$5.000, conforme análise do caso.

Segundo o Prefeito durante os últimos finais de semana houve atuação da Polícia Militar encerrando festas e aglomerações.

O comércio deve permanecer cumprindo com todas as normas de higiene como disponibilização obrigatória de álcool em gel aos consumidores, número limitado de atendimentos, e também a utilização de máscara pelos comerciantes e clientes.

Envie sugestões de pautas, fotos ou videos, para o nosso Whatsapp que a nossa equipe irá atender você (45) 9 9958-3996 ou Receba notícias da Conexão Revista no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!

Conteúdo Protegido
%d blogueiros gostam disto: