Prefeito de Anahy tem celular clonado, e bandidos pedem mais de R$ 4 mil à contatos

O Prefeito de Anahy Carlos Reis teve seu celular clonado na tarde desta terça-feira, 26. Diversos contatos do Prefeito receberam uma mensagem via whatsapp, entre eles a Conexão Revista.

Assim que houve o pedido de favor ao número da revista percebemos que havia algo errado, já que a mesma mensagem também foi enviada a um segundo número.

Ao questionar o que precisava, a pessoa pergunta qual é o banco que a Conexão Revista trabalha. Com a informação falsa o bandido afirma que foi realizar um pagamento via transferência mas teve o limite excedido, e pede se é possível que transfiramos para que ele realize o pagamento no valor de R$4.130,00.

A pessoa que se passa pelo prefeito envia os dados para que o valor seja transferido. Para coletar ainda mais informações afirmamos que é preciso do CPF do titular da conta. Informação também enviada pelo bandido. A conta repassada pelos golpistas é do Banco Bradesco com endereço da cidade de São Paulo e está em nome de Felipe Valério.

Em busca de capturar ainda mais informações enviamos a mensagem de que não conseguimos realizar a transferência. E pedimos se ele possui conta em uma cooperativa de crédito. O bandido afirma que não, e pede se é possível a transferência via PIX.

Afirmamos que ainda não possuímos cadastro, e a pessoa insiste que é fácil e pede que a ação seja feita. Imediatamente pedimos qual outro banco poderia ser realizada a transferência, e imediatamente a pessoa informa todos os dados de uma conta no Banco Itaú.

Os dados enviados desta vez pertence à uma mulher Vanusa Costa. A agência também é de São Paulo Capital. Rapidamente os golpistas enviam os dados do CPF e pelas duas vezes pediu que assim que fosse realizado o depósito deveríamos enviar o comprovante.

Até as 17h os bandidos ainda continuavam ativos tentando aplicar o golpe em algum dos contatos da lista telefônica do prefeito.

Conversamos por telefone com o Prefeito Carlos Reis e ele informou que o aparelho foi clonado depois dele responder uma suposta pesquisa que estaria vinculada ao Ministério da Saúde. Carlos vai registrar um Boletim de Ocorrência ainda esta tarde e já solicitou o bloqueio do número.

As mensagens trocadas entre a Conexão Revista e os golpistas serão encaminhadas à Polícia Civil.



Conteúdo Protegido
%d blogueiros gostam disto: