fbpx

Paraná distribui novo lote e começa a vacinar idosos com mais de 75 anos

O Governo do Estado começou a distribuir nesta quarta-feira 10/03, um novo lote de vacinas contra a Covid-19. São 79.630 doses do imunizante CoronaVac, produzido pela farmacêutica chinesa Sinovac em parceria com o Instituto Butantan, de São Paulo.

A remessa é formada pela metade do lote encaminhado na terça-feira 09/03, pelo Governo Federal, com 74.300 aplicações, e mais um residual com 5.530 doses da remessa da semana passada.

A maior parte das vacinas saiu no início da noite do Aeroporto do Bacacheri, em Curitiba, em um avião que pertence à Casa Militar, com destino ao Interior do Estado. Os imunizantes servirão para abastecer 15 das 22 regionais que integram o sistema público de Saúde do Paraná.

As outras sete divisões da Secretaria de Estado da Saúde, formadas pelos municípios mais próximos da Capital, retiram as doses nesta quinta-feira 11/03, diretamente no Centro de Medicamentos do Paraná (Cemepar), em Curitiba. O transporte será feito por via terrestre.

Seguindo o Plano Nacional de Imunização (PNI), do Ministério da Saúde, o novo lote foi subdividido em três partes: 39.940 aplicações estão reservadas para continuar a vacinação de idosos entre 80 e 84 anos; 31.180 doses foram separadas para quem tem entre 75 e 79 anos e, por fim, outras 8.510 vacinas vão para os trabalhadores da saúde.

O secretário estadual da Saúde, Beto Preto destacou que ainda não é o número suficiente de vacinas que estava esperando, mas significa um avanço. Temos capacidade e condições para vacinar até 250 mil doses por dia assim que tivermos todas as doses.

Ele lembrou que o Governo Federal encaminhou na terça-feira 09/03 um conjunto de 148.600 aplicações de vacina contra o coronavírus. Com essa remessa, o Estado ultrapassa a marca de 1 milhão de doses recebidas, chegando a 1.001.600 vacinas.

Beto Preto disse que a expectativa é que até o início da próxima semana nos enviem mais uma quantidade parecida com essa, e assim sucessivamente. Deve-se atingir em torno de mais um milhão de doses apenas em março, com possibilidade de novos laboratórios se integrarem ao Plano Nacional de Imunização.

ARMAZENAMENTO – O restante das aplicações, também com 79.630 doses, seguirá armazenadas no Cemepar para garantir a imunização por completo de quem receber a primeira dose – o intervalo entre aplicações é de 15 a 28 dias, segundo a bula do medicamento.

De acordo com o Plano Estadual de Vacinação, seguindo a ordenação por grupos prioritários, a previsão do Paraná é de vacinar cerca de 4 milhões de pessoas até maio. O secretário afirmou que cenário é difícil. Apesar de todo o esforço do Paraná com a maior abertura de leitos da história, não tem mais equipes e equipamentos.

Confira a quantidade de doses que cada Regional de Saúde vai receber:

1ª RS – Paranaguá – 1.730 doses

2ª RS – Metropolitana – 20.260 doses

3ª RS – Ponta Grossa – 4.080 doses

4ª RS – Irati – 1.540 doses

5ª RS – Guarapuava – 2.580 doses

6ª RS – União da Vitória – 1.220 doses

7ª RS – Pato Branco – 2.230 doses

8ª RS – Francisco Beltrão – 2.610 doses

9ª RS – Foz do Iguaçu – 2.580 doses

10ª RS – Cascavel – 3.720 doses

11ª RS – Campo Mourão – 2.880 doses

12ª RS – Umuarama – 2.750 doses

13ª RS – Cianorte – 1.290 doses

14ª RS – Paranavaí – 2.640 doses

15ª RS – Maringá – 6.250 doses

16ª RS – Apucarana – 2.970 doses

17ª RS – Londrina – 7.340 doses

18ª RS – Cornélio Procópio – 2.320 doses

19ª RS – Jacarezinho – 2.490 doses

20ª RS – Toledo – 3.160 doses

21ª RS – Telêmaco Borba – 1.600 doses

22ª RS – Ivaiporã – 1.390 doses

TOTAL – 79.630 doses.

Fonte: AEN

Conteúdo Protegido