“Operação Boiadeiro”: PCPR desarticula grupo responsável por roubo de gado na região

Na manhã desta sexta-feira, 10, Policiais Civis deflagraram a “Operação Boiadeiro” e desarticularam um grupo de criminosos que vinham agindo no roubo de gado em toda a região. Os policiais cumpriram mandados de prisão e de busca e apreensão contra alvos residentes no Município de Ubiratã.

Durante a ação, dois indivíduos foram presos preventivamente, um deles também foi preso em flagrante pelo crime de porte ilegal de arma de fogo. Além disso, vários objetos relacionados ao crime foram apreendidos.

A operação teve por objetivo desarticular grupo criminoso responsável por praticar roubos de gado na região, mais precisamente na cidade de Campina da Lagoa.

No dia 18 de maio, um grupo liderado pelos suspeitos assaltou uma propriedade rural situada na localidade do Rio do Meio, no Município de Campina da Lagoa e subtraiu 63 bovinos do local, avaliados em quase meio milhão de reais.

Na ocasião, os criminosos se utilizaram de forte armamento e mantiveram as vítimas sob refém por quase 12 horas, se valendo de um plano audacioso para a retirada dos animais da propriedade alvo da ação. Para a empreitada criminosa, os suspeitos se utilizaram de três caminhões boiadeiros e de dois automóveis, além de contar com o apoio de outros comparsas.

O gado foi levado para a região de Umuarama, mas acabou sendo localizado após atuação rápida e eficiente da Polícia Militar.

Após tomar conhecimento dos fatos, a Polícia Civil, por meio das equipes de Campina da Lagoa e Ubiratã, realizaram uma série de diligências no intuito de identificar os autores, mas foi a partir da análise de um áudio de whatsapp que o líder do grupo criminoso acabou sendo reconhecido pela Autoridade Policial.
Com a intensificação das investigações, a suspeita acabou se confirmando e outras pessoas também foram identificadas.

Diante dos elementos que conduziam para a autoria do delito, a Autoridade Policial representou ao Poder Judiciário pela decretação da prisão preventiva dos indivíduos identificados e pela expedição de mandados de busca e apreensão.

Com as prisões realizadas, a Polícia Civil pretende identificar os demais envolvidos no crime.
Qualquer informação que possa auxiliar nas investigações, poderá ser repassada diretamente aos policiais de Campina da Lago e de Ubiratã, sendo garantido o anonimato.

Fonte: PCPR Ubiratã

Conteúdo Protegido