Média de aplicação das vacinas nos municípios está em pouco mais de 70%

19.02.2021 - Vacinação Covid-19, na Igreja Santo Antonio em Curitiba. Foto: Gilson Abreu/AEN

Apenas nove municípios paranaenses aplicaram todas as primeiras doses enviadas pelo Governo do Estado até esta quarta-feira 17/03. De acordo com a Secretaria de Estado da Saúde, 22 cidades utilizaram mais de 90% das primeiras doses e 98 mais de 80%, enquanto 38 municípios ainda não aplicaram nem a metade do que foi entregue. A média no Paraná é de pouco mais de 70%.

Os municípios aplicaram 524.035 primeiras doses na população, mas 682.793 pessoas estão nos grupos prioritários dessas primeiras remessas, sendo 12.224 idosos institucionalizados, 482 pessoas com deficiência, 10.816 indígenas, 50.889 idosos com mais de 90 anos, 73.362 entre 85 a 89 anos, 126.822 entre 80 a 84 anos, 131.535 entre 75 a 79 anos e 276.663 trabalhadores de saúde.

O Estado já recebeu mais de 1 milhão de doses de vacinas contra a Covid-19, mas parte do estoque ainda está reservada no Centro de Medicamentos do Paraná (Cemepar) para a segunda aplicação. Os imunizantes são a CoronaVac (Sinovac/Butantan) e a vacina da parceria Oxford/AstraZeneca/Fiocruz.

Os que aplicaram 100% são Tamarana, Diamante do Norte, Diamante D’Oeste, Jardim Olinda, Nova Santa Bárbara, Porto Rico, Santa Tereza do Oeste, Siqueira Campos e Cascavel. Na segunda categoria, com mais de 90%, o mais populoso é Foz do Iguaçu. Maringá, Umuarama, Curitiba, Pinhais, Campo Largo, Apucarana, Pato Branco,Toledo, Telêmaco Borba, Cambé e Laranjeiras do Sul aplicaram entre 80% e 90%.

Outros 32 municípios usaram entre 50% e 60% do que receberam, 72 entre 60% e 70% e 128 entre 70% e 80%. Entre os 38 que estão abaixo de 50%, com ritmo lento de vacinação, estão Palmital (13,3%), Ouro Verde do Oeste (19,9%), Perobal (20%), Mandaguari (21%), Nova América da Colina (22%), Nossa Senhora das Graças (24%), Doutor Ulysses (24,7%) e Diamante do Sul (24,8%).

O secretário estadual de Saúde, Beto Preto, destaca que a vacinação precisa ganhar ritmo mais veloz nos municípios para acompanhar o aumento da distribuição de imunizantes nos próximos meses. O Estado tem mantido um sistema de distribuição com aeronaves e caminhões que faz com que as doses cheguem nas cidades em menos de um dia e também tem tentado agilizar a compra de vacinas. Ele afirmou que mantém diálogo constante com as secretarias municipais para acelerar a vacinação. É uma questão prioritária nesse momento de aumento de casos e internações que o Paraná atravessa. As vacinas diminuem muito as formas graves da doença e são a única solução nesse momento.

Em relação à segunda dose, apenas seis municípios conseguiram completar mais de 50% da vacinação dentro dos grupos prioritários: Campina Grande do Sul (76,7%), Tamarana (74%), Alvorada do Sul (73,2%), Manoel Ribas (64,2%), Diamante D’Oeste (62,8%) e Mangueirinha (53%). Outros 58 municípios aplicaram entre 30% e 50% e 323 entre 1,1% e 29%.

Doze municípios ainda não começaram a aplicar a segunda dose: Palmital, Ouro Verde do Oeste, Perobal, Mandaguari, Nova América da Colina, Doutor Ulysses, Guaratuba, Prudentópolis, Prado Ferreira, Iguaraçu, Tunas do Paraná e Miraselva.

MAIORES CIDADES – Em relação aos municípios que aplicaram mais doses em números absolutos, apenas Cascavel aplicou 100% da primeira dose. Em seguida vem Foz do Iguaçu (90%), Maringá (89%), Umuarama (84,33%), Curitiba (84,10%), Toledo (81%), Ponta Grossa (78,83%), Londrina (78,44%), Guarapuava (76,3%). Esses municípios não ultrapassaram 36% de aplicação da segunda dose.

Cidades que mais aplicaram até a quarta-feira (17)

Tamarana – 100%
Diamante do Norte – 100%
Diamante D’Oeste – 100%
Jardim Olinda – 100%
Nova Santa Barbara – 100%
Porto Rico – 100%
Santa Tereza do Oeste – 100%
Siqueira Campos – 100%
Cascavel – 100%
Ivatuba – 98,27%
Paraíso do Norte – 97,66%
Florestópolis – 97,51%
Cafeara – 97,03%
São Jorge D’Oeste – 96,20%
Pinhal de São Bento – 96,12%
Itambé – 95,79%
Saudade do Iguaçu – 95,72%
Pitangueiras – 95,43%
Campina Grande do Sul – 95,17%
Mirador – 94,52%

Situação nas cidades que receberam e aplicaram mais doses em números absolutos

Curitiba – 84,10%
Londrina – 78,44%
Maringá – 89,07%
Cascavel – 100%
Ponta Grossa – 78,83%
Foz do Iguaçu – 90,09%
São Jose dos Pinhais – 65,89%
Umuarama – 84,33%
Guarapuava – 76,39%
Toledo – 81,89%
Apucarana – 82,29%
Campo Largo – 83,98%
Paranaguá – 81,25%
Arapongas – 68,84%
Colombo – 60,17%
Campo Mourão – 75,89%
Pinhais – 84,06%
Cambé – 81,21%
Pato Branco – 81,95%
Francisco Beltrão – 79,23%

Fonte: AEN



Conteúdo Protegido
%d blogueiros gostam disto: