Mais de uma tonelada de maconha é apreendida pela PM em Santa Helena

Um trabalho de inteligência do 5º Comando Regional da PM (5º CRPM) na região Oeste do Estado resultou na apreensão de 1,1 tonelada de maconha e no encaminhamento de seis pessoas nesta quinta-feira (10) na cidade de Santa Helena. - Curitiba, 11/06/2021 - Foto: PMPR

Um trabalho de inteligência do 5º Comando Regional da PM (5º CRPM) na região Oeste do Estado resultou na apreensão de 1,1 tonelada de maconha e no encaminhamento de seis pessoas nesta quinta-feira (10) na cidade de Santa Helena. A operação contra o tráfico de drogas buscava localizar pontos de armazenamento e distribuição da droga.

Segundo a porta-voz do 5º CRPM, capitão Marcia Bobko Bilibio, a apreensão ocorreu quando as equipes policiais militares, que já monitoravam uma propriedade rural suspeita de ser um dos pontos usados para o tráfico, avistaram uma Fiat Fiorino e um veículo batedor da carga e fizeram uma abordagem. Dentro da pick-up havia maconha. 

Com apoio de outras equipes policiais foi feita uma vistoria na propriedade e encontrados os fardos de maconha prensada, além de 95,3 quilos de capulho (maconha não prensada), duas armas de fogo e munições. Os encaminhamentos envolvem quatro adultos e dois adolescentes.

O esforço de inteligência da PM para desmantelar esse ponto de tráfico levou meses de investigação. Neste período, o trabalho resultou na apreensão de mais de 2 toneladas de maconha e 13 pessoas encaminhadas (11 adultos e dois adolescentes) por envolvimento com o tráfico, somando as apreensões desta quinta-feira.

“Antes da ação de hoje já tínhamos feito outras abordagens no decorrer das diligências. Essa quantidade de maconha seria enviada para várias partes do Brasil”, explicou a capitão.

A apuração de informações sobre a atividade criminosa foi coordenada pela Agência Regional de Inteligência do 5º CRPM, contando com apoio das Agências de Inteligência do 14º BPM (Foz do Iguaçu), 6º BPM (Cascavel) e 19º BPM (Toledo), além do apoio da Agência de Inteligência do 4º BPM de Maringá e da Inteligência da Receita Federal do Brasil.

Fonte: AEN