Criança morre por gripe H1N1 no oeste do Paraná

20/05/2015-Vacinação contra a gripe terminará na sexta-feira (22) Asa Sul, Brasília, DF, Brasil 20/5/2015 Foto: Pedro Ventura/ Agência Brasília

A Secretaria Municipal de Saúde de Cascavel confirmou nesta sexta-feira (26) a morte de uma criança de 3 anos por gripe H1N1, no município.

O óbito aconteceu em uma Unidade de Pronto Atendimento da região (UPA) no dia 16 de abril, mas só foi confirmada nesta semana, após os resultados de exames do Laboratório Central do estado do Paraná (Lacen) que atestaram que a causa.

Em todo o Paraná, as mortes em decorrência de algum subtipo de gripe, chegam a seis. Dos óbitos registrados, três foram na Região da Grande Curitiba, um em Paranavaí, um em Foz do Iguaçu e um em Cascavel.

Ainda, de acordo com a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), até agora foram confirmados 17 casos de influenza no estado. A doença foi registrada em Curitiba, Foz do Iguaçu, Cascavel, Toledo, Campo Mourão e Paranavaí.

Campanha de Vacinação

A campanha de vacinação contra a gripe segue até 31 de maio. A Sesa já recebeu 1 milhão e 400 mil doses de vacina do Ministério da Saúde e no total deverá receber 3 milhões e 618 mil doses.

O público-alvo são crianças de 6 meses até 5 anos, as gestantes, puérperas, que são as mulheres que acabaram de ter bebês nos últimos 45 dias, povos indígenas, idosos, trabalhadores da saúde, professores de escolas públicas e privadas, portadores de doenças crônicas não transmissíveis.

No dia 4 de maio será o Dia Nacional de Mobilização. Os postos de saúde vão ficar abertos no sábado para ofertar a vacina. A meta é atingir 90% da público-alvo.

Influenza

É uma infecção viral aguda do sistema respiratório altamente transmissível. Os sintomas são febre alta, dores musculares, dor de cabeça e dor de garganta. Se não for tratada, pode provocar complicações, evoluir para pneumonia e provocar até a morte.

A transmissão ocorre por meio de secreções das vias respiratórias da pessoa contaminada, ao falar, ao tossir ou no contato pelas mãos.

Proteção

A vacina aplicada nas unidades de saúde é chamada de trivalente e protege contra duas cepas de vírus A e uma cepa de vírus B.

Além disto, para auxiliar na prevenção, a orientação da Secretaria de Saúde é:

  • lavar e higienizar as mãos com frequência;
  • alimentação saudável, ingerir bastante líquido;
  • não compartilhar objetos de uso pessoal, como talher, copo e garrafa;
  • evitar contato com pessoas que estejam com sintomas de gripe;
  • manter a casa ou o local de trabalho arejados;
  • ao tossir ou espirrar as pessoas devem tampar o nariz e a boca para que as gotículas não se espelhem.
Foto: Pedro Ventura/ Agência Brasília

Fonte: Paraná Portal

Conexão Revista 8ª Edição

Conheça a Conexão Revista de Corbélia também versão impressa. Lançamos uma nova edição a cada 90 dias.

Leia a última edição agora, basta clicar na imagem ao lado!

E boa leitura! 

Deixe um comentário

Conteúdo Protegido